Tratado de Versalhes

O Tratado de Versalhes é o acordo que deu fim a Primeira Guerra Mundial ao impôr punições rígidas à Alemanha, sendo uma das causas da Segunda Guerra.

O Tratado de Versalhes foi um tratado de paz assinado em 28 de junho de 1919 que encerrou oficialmente a Primeira Guerra Mundial. O acordo foi assinado pelas nações da Tríplice Entente e pela Alemanha, que classificou o tratado como uma imposição.

Sendo assim, o tratado é considerado pelos historiadores como a “paz dos vencedores”, já que os países vencedores determinaram termos rigorosos à Alemanha, o que motivou o sentido de revanche nos alemães. Por causa disso, o Tratado de Versalhes é uma das causas da Segunda Guerra Mundial.

Resumo

A Primeira Guerra Mundial foi motivada por uma série de disputas imperialistas e de sentimentos nacionalistas e revanchistas. Isso motivou a formação de alianças militares e uma corrida armamentista.

Assim, dois lados foram formados para o conflito: a Tríplice Entente (Rússia, Reino Unido e França) e a Tríplice Aliança (Alemanha, Áustria-Hungria e Império Otomano). Além disso, diversos outros países se envolveram com o conflito, como os Estados Unidos.

A guerra chegou ao fim com as rendições dos impérios Otomano, Áustro-Húngaro e, por fim, do Alemão, que enfrentavam crises políticas que levaram ao fim das monarquias. Mesmo que o armistício alemão tenha sido assinado em novembro de 1918, somente com o Tratado de Versalhes que foram impostos os termos da rendição da Alemanha.

O Tratado de Versalhes foi escrito durante a Conferência de Paz de Paris, que contou com a participação de 25 países sob a liderança dos Estados Unidos, Reino Unido, França e Itália. A Alemanha não teve direito a participação na Conferência.

Os principais representantes nas negociações do Tratado de Versalhes foram David Lloyd George, primeiro-ministro do Reino Unido; Georges Clemenceau, primeiro-ministro francês, e Woodrow Wilson, presidente dos Estados Unidos.

Esses líderes foram os principais durante a conferência, de modo que conseguiram sobrepor os próprios interesses aos de outras nações, o que motivou a saída do representante italiano. Mesmo entre as nações líderes havia discordância, já que os Estados Unidos e o Reino Unido queriam uma paz justa e um acordo razoável, enquanto os franceses desejavam altas indenizações por causa das muitas batalhas no país.

Por fim, após seis meses de conferência, foi alcançado o texto final do Tratado de Versalhes, com 440 artigos divididos em 15 partes, além de anexos.

Onde foi assinado o Tratado de Versalhes

As negociações da Conferência de Paz de Paris ocorreram no Salão dos Relógios no Ministério da Europa e dos Negócios Estrangeiros da França. No entanto, o Tratado de Versalhes foi assinado na Galeria dos Espelhos do Palácio de Versalhes, também localizado em Paris.

Galeria dos Espelhos no Palácio de Versalhes, em Paris.

Termos impostos a Alemanha pelo tratado de Versalhes

Como a Alemanha não teve direito a participar da Conferência de Paz de Paris, os alemães não puderam protestar contra as penas que lhes foram impostas. O sentimento de humilhação foi grande a ponto do chanceler alemão, Philipp Scheidemann, preferir renunciar o cargo do que assinar o tratado.

Sendo assim, o ministro alemão do exterior, Hermann Müller, foi quem assinou o tratado, em 28 de julho de 1919. Dessa forma, a Alemanha passo a ter que lidar com as penalidades impostas pelo Tratado de Versalhes.

Punições territoriais

Entre as penas que afetaram o território da Alemanha, estão as penas de:

  • Devolver o território Alsácia-Lorena para a França;
  • Ceder a região da Sonderjutlândia para a Dinamarca;
  • Entregar as cidades de Eupen e Malmedy para a Bélgica;
  • Devolver diversas regiões da Prússia para vários países, como para a Polônia e a Lituânia;
  • Entregar a região de Sarre e a cidade de Danzig para a Liga das Nações;
  • Proibição de uma unificação entre a Áustria e a Alemanha.

Essas penas fizeram com que a Alemanha perdesse 13% de seu território e 10% da sua população. Além disso, a Alemanha perdeu todas as colônias em outros continentes.

Punições militares

Além de diminuir o território, o Tratado de Versalhes também impôs penas para minimizar o poder militar da Alemanha. As principais punições militares foram:

  • O fim do recrutamento militar;
  • Proibição de exército alemão ter mais de 100 mil soldados;
  • A desmilitarização da Renânia, incluindo a demolição as construções militares na região;
  • Proibição de ter marinha e aviação de guerra, além de tanques de guerra e artilharia pesada.

Por causa disso, a Alemanha foi obrigada a destruir 6 milhões de rifles, 130 mil metralhadoras e 15 mil aviões de guerra.

Punições financeiras

Um dos pontos mais controversos do Tratado de Versalhes foi a indenização de 20 bilhões de marcos alemães em ouro. Esse valor seria a forma da Alemanha assumir responsabilidade por toda a destruição da guerra. Assim, os alemães eram os únicos a ter que reparar todos os danos da guerra nos países vencedores.

No entanto, em um acordo feito em 1921, o valor que a Alemanha deveria pagar subiu para 200 bilhões de marcos alemães em ouro. Por fim, na década de 1920, a Alemanha recorreu a empréstimos para pagar essa quantia, que só foram quitados em 2010.

Como o Tratado de Versalhes motivou a Segunda Guerra Mundial

A principal causa da Segunda Guerra Mundial foi o modo como a Primeira Guerra terminou, principalmente para os alemães. Após as punições do Tratado de Versalhes, a Alemanha entrou em uma crise econômica, já que estava arcando com os prejuízos da guerra no país e em toda a Europa.

Além disso, a Crise de 1929 agravou a recessão na Alemanha, o que motivou ainda mais movimentos de extrema-direita contrários à democracia liberal, como o nazismo alemão e o fascismo italiano. Assim, na Alemanha, o Partido Nazista subiu ao poder ao ganhar apoio por criticar o Tratado de Versalhes, o que iniciou a ditadura de Adolf Hitler.

Durante o seu governo, Hitler desobedeceu todas as determinações do tratado na busca por expandir o território alemão novamente. Dessa forma, a humilhação da Alemanha no Tratado de Versalhes foi o que motivou o nazismo, movimento que levou à Segunda Guerra Mundial.

Consequências

Além da Segunda Guerra Mundial, o Tratado de Versalhes também trouxe outras consequências, como:

  • Mudança do mapa político da Europa;
  • Surgimento de grupos paramilitares com ideias radicais em outros países, além da Alemanha;
  • Queda da República de Weimar, gorverno republicano instaurado na Alemanha no fim da Primeira Guerra Mundial, com a ascensão da ditadura de Hitler;
  • Criação da Liga das Nações, uma organização internacional idealizada para assegurar a paz, tendo sido extinta após a Segunda Guerra.

Veja também: Revolução Russa (1917)

Primeira Guerra MundialSegunda Guerra MundialTratado de Versalhes
Comments (0)
Add Comment