O que é astigmatismo

O astigmatismo é um distúrbio de visão causado por uma imperfeição nas estruturas de focagem do olho que afeta mais de 2 milhões de pessoas por ano.

0

Distúrbios de visão são extremamente comuns, atingindo mais de 6 milhões de pessoas por ano. Assim, é muito difícil não conhecer alguém que precise usar óculos por causa de miopia, hipermetropia ou astigmatismo.

Por mais que sejam parecidos e confundidos entre si por muitas pessoas, cada um desses três distúrbios afeta a visão da pessoa de uma forma diferente. Portanto, saiba mais sobre o que é o astigmatismo, quais são seus sintomas e como é tratado.

O que é astigmatismo

O poder de foco do olho acontece, em maior parte, ao longo da córnea, uma superfície simetricamente curva. Outra estrutura envolvida na focagem é o cristalino, uma lente que fica atrás da íris (parte colorida) no interior do olho.

O astigmatismo afeta uma dessas duas estruturas de focagem do olho, sendo assim uma imperfeição na córnea ou no cristalino. Dessa forma, o astigmatismo causa uma visão distorcida.
Olho com astigmatismo
Comparação entre um olho normal e um olho com astigmatismo.

Alguns fatores de risco podem estimular o desenvolvimento da doença, como histórico familiar de risco, miopia, trauma ocular ou cirurgia, outras doenças oculares e coçar o olho. Hábitos como sentar muito perto da televisão ou ler com pouca luz não causam ou agravam o distúrbio.

Sintomas

O sintoma do astigmatismo mais comum é a visão borrada. Além desse, também existem outros sintomas que indicam o distúrbio, como:

  • Dificuldade de leitura;
  • Incapacidade de ver de perto e de longe sem apertar os olhos;
  • Não conseguir ler letras pequenas;
  • Visão dupla;
  • Sensibilidade à luz (fotofobia);
  • Diminuição da percepção visual;
  • Dores de cabeça;
  • Tensão do olho;
  • Olhos cansados.

Tratamento

Existem dois objetivos principais dos diversos tipos de tratamento: melhorar a visão da pessoa ou corrigir a córnea desigual. Desse modo, as opções de tratamento variam desde o uso de óculos até a cirurgia refrativa.

Para os pacientes que só desejam corrigir a visão de forma simples, o recomendado é o uso de lentes corretivas. Assim, o paciente pode escolher entre usar óculos ou um dos diversos modelos de lente de contato disponíveis.

Já para quem deseja uma correção mais permanente feita diretamente na córnea, existem diversos métodos de cirurgias refrativas feitas com laser. Geralmente, os procedimentos demoram menos de uma hora, mas só podem ser feitos em pessoas que cumprem determinadas características.

Veja também:

você pode gostar também