Professores devem ter prioridade na vacinação contra a Covid-19, segundo Unesco

A Unesco solicitou que os professores também sejam prioridade para a vacina da Covid-19.

0

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) solicitou, na última segunda-feira, 14, que os professores sejam priorizados no acesso às vacinas contra a Covid-19, por estes profissionais serem considerados da “linha de frente”.

De acordo com o chefe da Unesco, Audrey Azoulay, e o diretor da organização de docentes da Internacional da Educação (IE), David Edward, os profissionais da educação permaneceram atuando, mesmo com os centros educacionais fechados.

Ainda segundo a Unesco e a IE, as escolas são “insubstituíveis”. Dessa forma, é importante que os professores estejam entre os primeiros a serem vacinados.

Professores nas fases de vacinação

Atualmente, de acordo com o plano nacional de imunização contra a Covid-19, a previsão é de que os professores sejam vacinados na quarta fase, sendo essa a última antes da população em geral.

O documento foi apresentado ao Supremo Tribunal Federal (STF) na última sexta, 11. Segundo o plano, 108,3 milhões de doses estão previstas, para mais de 51 milhões de pessoas de grupos prioritários.

Veja também: MEC abre 40 mil vagas para curso de alfabetização aos docentes

você pode gostar também