8 dicas importantes para escrever relatórios de avaliação descritiva

Relatórios de avaliação são documentos que informam aos pais e responsáveis o desempenho do aluno em sala.

0

Escrever o relatório de avaliação é um dos passos mais importantes da etapa avaliativa dos estudantes. Por isso, é de suma importância que seu desenvolvimento leve em consideração a especificidade de cada aluno e busque abranger as particularidades próprias no processo do conhecimento.  

Sendo assim, confira oito dicas importantes para escrever relatórios de avaliação descritiva. 

Cada criança deve ter um relatório diferente

Como já mencionado anteriormente, ainda que você utilize a mesma estrutura para elaborar os relatórios, cada aluno desenvolve um traço marcante que o torna único e diferente, assim como seu processo de aprendizado. Isso significa que simplesmente copiar os relatórios não é ideal. 

Busque dar continuidade aos relatórios de bimestres anteriores

Quando você escreve o primeiro relatório de avaliação no começo do ano, as impressões iniciais da criança são anotadas. No entanto, a partir das fases seguintes, procure manter uma continuidade para valorizar os aprendizados do aluno e facilitar para você. Lembre-se: dar sequência em um trabalho é mais fácil que começar do zero!

Utilize linguagem descritiva

A escrita descritiva está diretamente relacionada com as ações, realizações e esforços do aluno. Ela possibilita que você indique aos pais e responsáveis os fatores que precisam ser melhores, permitindo a reflexão livre dos julgamentos de atitudes. 

Procure enfatizar os avanços

Ninguém gosta de ler apenas os traços negativos dos filhos. Portanto, busque ressaltar as partes positivas no relatório de avaliação e, quando for necessário destacar algum ponto desfavorável, você pode utilizar expressões para suavizar.

Por exemplo: você observou que o aluno é egoísta com outras crianças. Contudo, em vez de descrever exatamente dessa forma, pode ser melhor optar por algo mais suave, como “observo que o estudante ainda não consegue dividir os materiais…”.

Professora em sala de aula
O relatório avaliativo deve levar em consideração os avanços de cada aluno.

Descreva suas observações em um texto narrativo

O seu texto precisa comunicar diretamente com os pais, portanto use uma linguagem clara, objetiva e direta ao ponto. Evite os jargões específicos da área. Construir um texto narrativo vai tornar a leitura mais interessante e compreensível. 

Não deixe o registro socioafetivo de lado

Os pequenos gestos fazem uma grande diferença, não é mesmo? E isso deve estar presente no seu relatório de atividades. Destaque os sinais de solidariedade, a forma como o aluno participa das aulas, entre outros. 

Mencione algum fato específico que você observou

Ao descrever algum acontecimento especial sobre a criança, você demonstra para os pais e responsáveis que está acompanhando de perto o desenvolvimento do aluno. 

Não se esqueça: o relatório descritivo é um documento

O relatório descritivo faz parte do portfólio do aluno e é anexado diretamente ao histórico escolar. Por isso, é tão importante não escrever expressões pejorativas e julgamentos pessoais. 

Leia também: A nova Provinha Brasil: Confira a política de alfabetização no país

você pode gostar também