O que é feminismo

O feminismo é um movimento social que luta pela igualdade entre homens e mulheres. Esse conceito passou a se fortalecer depois da Revolução Francesa.

0

O feminismo é um movimento social que luta pela igualdade de condições entre homens e mulheres. De acordo com alguns historiadores, o movimento surgiu depois da Revolução Francesa e depois se fortaleceu na Inglaterra e nos Estados Unidos.

A palavra feminismo foi utilizada pela primeira vez no século XIX, pelo filósofo francês e teórico do socialismo utópico Charles Fourier.

Em seu livro Teoria dos quatro movimentos (1808), ele explica que o progresso da sociedade tem como pré-condição a conquista de direitos pelas mulheres.

As bandeiras iniciais do movimento eram para que as mulheres tivessem acesso à educação, direito ao voto e ainda direitos trabalhistas. Depois disso, entraram em pauta os direitos reprodutivos e a luta contra a violência física, sexual e psicológica.

Vertentes do feminismo

Apesar de a opressão alcançar todas as mulheres, existem outros fatores estruturantes, como classe social, etnia, renda, idade, entre outros. Por isso, são presentes diferentes demandas e ideais políticos.

Confira agora as vertentes do feminismo:

Feminismo liberal: Promover a igualdade entre homens e mulheres.

Feminismo marxista ou socialista: Crítica ao feminismo liberal. Suas pautas vão desde direito ao trabalho até socialização dos meios de produção.

Feminismo negro: Luta contra a dupla opressão das mulheres negras (Gênero e raça).

Feminismo interseccional: Oposição ao feminismo branco. Se incluem indígenas, lésbico e ainda transfeminismo.

Feminismo radical: Abolição da ideia de gênero.

Conquistas do feminismo 

As conquistas do feminismo não são lineares. Dessa forma, os direitos aconteceram em momentos diferentes, de acordo com os países, fatores sociais e históricos.

Dentre os principais direitos conquistados pelo feminismo, pode-se citar:

  • Educação formal;
  • Autonomia legal;
  • Direitos trabalhistas (licença-maternidade remunerada);
  • Direitos reprodutivos;
  • Emancipação feminina;
  • Direito ao voto.

Desafios do feminismo

Apesar das diversas conquistas, o feminismo ainda sofre com alguns desafios. Isso inclui a desvalorização da mulher trabalhadora em relação aos homens, assim como questões de assédio e violência.

Um dos grandes esforços do movimento feminista é para lutar contra esses tipos de violência, além de incentivar o governo a criar políticas públicas que promovam o bem-estar das mulheres na sociedade.

Veja também:

você pode gostar também