Cabanagem

A Cabanagem foi uma revolta popular ocorrida no Brasil entre 1835 a 1840.

0
A Cabanagem foi uma revolta popular que ocorreu entre 1835 a 1840, durante o Brasil Império. Ocorrida na Província do Grão-Pará, ela foi influenciada pelos ideais difundidos pela Revolução Francesa.

Com um caráter violento, o principal objetivo da rebelião era a independência da região.

Resumo

Desde a independência do Brasil eclodiram enfrentamentos na região do Grão-Pará. Grupos alinhados à Coroa Portuguesa se mantinham fiéis à possibilidade de um império luso-brasileiro.

Havia um ressentimento em relação ao poder exercido pelo governo central sobre as províncias, além de um clima tenso sustentado pelas divergências entre as elites locais e as péssimas condições de vida dos mais pobres.

Assim, na primeira metade do século XIX, ocorre a Cabanagem. Recebeu esse nome devido as cabanas, habitações ocupadas pela população pobre da região. Essas camadas sociais desprivilegiadas socialmente compuseram o movimento. Eram eles negros, mestiços e indígenas.

No entanto, a revolta ocorreu devido a desentendimentos entre as elites locais que desejavam escolher os presidentes da Província.

Em 1832, José Mariani foi impedido de tomar posse por ser indicado pela regência. Lobo de Souza, o novo presidente indicado, tentou uma política conciliatória, mas sem sucesso.

Lobo de Souza sofreu uma intensa oposição dos pequenos proprietários, dos fazendeiros, do bispo de Belém e da parcela mais carente da população.

Assim, em novembro de 1834, as tropas provinciais assassinam Manuel Vinagre, integrante do movimento.

Em 1835, os revoltosos atacam e tomam a cidade de Belém, matam Lobo de Souza e seu comandante de armas.

Os rebeldes formam um governo e espalham o movimento para o interior da Província. Eles governam Belém por dez meses.

No entanto, o então presidente Félix Malcher recusou-se a romper de forma radical com o Império e decide prender seu antigo companheiro, Eduardo Angelim. Além disso, ele destituiu o comandante de armas próximo aos mais radicais.

A partir da fragilidade gerada entre as lideranças do movimento, as tropas do império reconquistam a capital. Contudo, a revolta se manteve no interior, tendo seu fim em 1840.

Calcula-se que a Cabanagem tenha provocado a morte de cerca de 30% da população da província.

Quais as causas da Cabanagem?

As principais causas da Cabanagem, foram:

  • Disputas políticas ocasionada pelas elites do Grão-Pará
  • Descaso do governo regencial com a população da região
  • As elites locais desejavam ter voz ativa nas decisões políticas
  • Disputas territoriais motivadas pelas elites
  • Os cabanos – população carente – desejavam ter melhores condições de vida

Como ocorreu a revolta da Cabanagem?

Em 1835, os cabanos se rebelam contra o governo provincial e executam o então presidente do Grão-Pará, Lobo de Souza.

Félix Malcher é indicado para presidente da província. A partir de então, os rebeldes se fortaleceram ainda mais, se apoderando de armamentos.

No entanto, Félix Malcher se recusa a romper de fato com o Império e tenta reprimir os revoltosos, mandando prender um de seus companheiros, Eduardo Angelim.

Após um intenso conflito, Malcher é morto pelos cabanos e Francisco Pedro Vinagre ocupa o seu lugar. Ele aceita se render desde que o governo conceda anistia aos revolucionários e garanta melhores condições de vida à população. No entanto, Francisco Vinagre é traído e preso.

Revoltado, Antônio Vinagre, irmão de Francisco reorganiza o movimento e ataca o Palácio de Belém, reconquistando-o.

Entretanto, as divergências entre os líderes enfraqueceram a revolta, facilitando o contra-ataque do governo central.

Em 1836, o então regente do Brasil, Feijó, autoriza a guerra total aos cabanos, ordenando bombardeio aos assentamentos da Cabanagem e à Belém. Assim, a revolta é sufocada.

Em 1840, a maior parte dos integrantes do movimento já haviam se dispersado, ou sido presos ou mortos. Em 1840, Dom Pedro II, ascende ao trono e anistia os prisioneiros.

Consequências da Cabanagem

As principais consequências da Cabanagem, foram:

  • Milhares de mortes: Cerca de 30 a 40% da população total da província
  • Mesmo após o fim da derrota, alguns revoltosos conseguiram escapar, mantendo os ideais revolucionários
  • Desorganização do tráfico negreiro
  • Multiplicação dos quilombos na região

Por que a Cabanagem é considerado um movimento popular?

A Cabanagem é considerada um movimento popular, pois ela foi uma das poucas revoltas do período regencial que uniu várias camadas sociais. Integraram o movimento desde as elites locais aos cabanos que residiam às margens dos rios.

Saiba mais em:

você pode gostar também