Quem foi Joana d’Arc?

Joana d'Arc foi uma personagem importante para a Guerra dos Cem Anos. Por conta de suas visões, ela foi morta, acusada de feitiçaria.

0

Joana d’Arc viveu entre 1412 e 1431, na era medieval. A francesa foi importante para a Guerra dos Cem Anos (1337-1453), quando a França enfrentou a rival, Inglaterra.

Quando ela era criança, presenciou soldados ingleses assassinando seus familiares. O acontecimento ficou marcado durante toda a sua vida e anos mais tarde, ela começou a receber mensagens de alguns santos, que a estimulavam a se juntar ao exército francês.

A guerreira teve muito sucesso e por isso, foi acusada de feitiçaria. Ela foi queimada viva em Rouen, no ano de 1431. Após quase cinco séculos, ela foi canonizada por Papa Bento XV.

Joana d’Arc no exército francês

Quando Joana d’Arc tinha 13 anos, começou a ter visões dos santos Miguel, Catarina e Margaria. Ela era motivada a se unir ao exército francês e a apoiá-los durante a Guerra dos Cem Anos.

Com essa motivação, ela cortou os cabelos e se vestiu com trajes considerados masculinos, que eram mais apropriados para a batalha. Joana foi aceita pelo exército francês e seu destaque foi tão grandioso, que chegou a comandar tropas.

As vitórias da guerreira a aproximaram do rei Carlos VII, o que gerou inveja dos outros líderes franceses. Então, no ano de 1430, durante uma batalha em Paris, ela foi gravemente ferida e capturada pelos ingleses.

Joana d’Arc foi acusada de feitiçaria, por conta das visões que tinha. Por isso, ela foi queimada viva em Rouen, no ano de 1431.

Veja também:

você pode gostar também
Deixe um comentário