Vitória-Régia – História do folclore brasileiro

A Vitória-Régia é uma das personagens do folclore brasileiro.

0

A lenda da Vitória-Régia, de origem tupi-guarani, origina-se na região norte do país e explica como surgiu a vitória-régia, a planta aquática da região amazônica.

Lenda da Vitória-Régia

Segundo a lenda da Vitória-Régia, no norte do país havia uma tribo indígena que acreditava que a Lua, chamada por eles de Jaci, envolvia-se com as índias mais bonitas da região.

Quando ela desaparecia atrás das montanhas, costumava levar consigo as garotas que mais lhe agradavam e, assim, elas viravam estrelas no céu.

Naiá, uma bela índia, era uma das que esperava ansiosamente por esse encontro. Tudo o que ela mais desejava era ser levada pela Lua.

Alguns habitantes da tribo a alertavam que se isso realmente acontecesse, ela perderia toda a sua carne e seu sangue, antes de virar estrela. Além disso, ela nunca mais estaria perto de sua família.

Mesmo assim, Naiá se manteve fiel a sua vontade e quanto mais o tempo passava, mais ela desejava se encontrar com Jaci.

Ansiosa, ela passou a caminhar todas as noites pela mata clamando para que Jaci a encontrasse. A indígena ficou tão envolvida com esse propósito que não conseguia beber nem comer.

Numa certa noite, depois de tanto caminhar, ela parou próximo a um rio para descansar e viu na superfície a imagem da Lua refletida.

Já inconsciente, Naiá acreditava que estava diante de Jaci e, ao se inclinar para beijar o reflexo, ela caiu dentro do rio e se afogou.

Jaci se compadeceu daquele esforço e resolveu transformar a indígena em algo diferente das estrelas do céu. Assim, Naiá se tornou a estrela das águas, uma planta aquática conhecida como vitória-régia.

Vitória-régia - História do folclore brasileiro

Vitória-régia - História do folclore brasileiro

Saiba mais em:

você pode gostar também