Conheça Adolf Hitler

Adolf Hitler foi o maior líder do nazismo na Alemanha e o principal causador da Segunda Guerra Mundial. Ele também perseguiu judeus e motivou o Holocausto.

0

Adolf Hitler foi um político alemão que atuou como líder do Partido Nazista e ditador da Alemanha. Ele foi o principal causador da Segunda Guerra Mundial na Europa e responsável pelo Holocausto.

As principais ideias de Hitler eram o pangermanismo (movimento nacionalista que defendia a união dos povos germânicos), o antissemitismo (preconceito contra judeus) e o anticomunismo.

Durante a Batalha de Berlim, que marcou a derrota alemã, Hitler cometeu suicídio com a sua esposa, Eva Braun, para evitar ser capturado pelo exército soviético.

Onde nasceu Adolf Hitler

Adolf Hitler nasceu em 20 de abril de 1889 na cidade de Braunau am Inn, na Áustria-Hungria (localizada na Áustria hoje em dia). A cidade ficava próxima a fronteira do Império Alemão. Ele era um dos seis filhos de Alois Hitler e Klara Pölzl.

Ele passou a infância na cidade de Linz e, durante a adolescência, ia mal propositalmente na escola clássica para se rebelar contra o pai, já que Hitler desejava estudar artes. Após a morte do pai, Hitler largou a escola e se mudou para Viena, onde vivia de pensão e empregos informais.

Após a morte da sua mãe, em 1907, ele passou a morar em abrigos para sem-tetos. Foi em Viena que Hitler teve maior contato com ideias pangermânicas e antissemitas. Ele se mudou para Munique, na Alemanha, em 1913, para fugir do alistamento militar austríaco.

Trajetória de Adolf Hitler

Com o início da Primeira Guerra Mundial, em 1914, Hitler se alistou no exército alemão. Ele assumiu a posição de mensageiro e recebeu duas condecorações importantes pela a sua atuação. No entanto, a maior patente que Hitler alcançou foi a de cabo por ser um estrangeiro.

Após a derrota da Alemanha, Hitler se associou a movimentos de extrema-direita. Ele acreditava na teoria de conspiração de que o país tinha sido sabotado na guerra por socialistas e judeus.

Assim, em 1919, Hitler conheceu Partido Alemão dos Trabalhadores (DAP) como infiltrado para a inteligência do exército. Contudo, ele se atraiu pelas ideias antissemitas, nacionalistas, antimarxistas e anticapitalistas do fundador do partido. Dessa forma, Hitler acabou se afiliando ao DAP.

Em 1920, o DAP mudou seu nome para Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, conhecido como Partido Nazista. Hitler participou desse processo ao escrever o programa inicial e desenhar a bandeira do partido, que continha uma suástica preta dentro de um círculo branco em um fundo vermelho.

Ele também passou a fazer discursos que atraiam pessoas para o partido, o que fez com que ele chegasse a liderança do partido em 1921. Dois anos mais tarde, Hitler coordenou uma tentativa de golpe no estado da Baviera. No entanto, o golpe fracassou e Hitler foi preso. Durante o ano na prisão, Hitler escreveu o livro Mein Kampf (Minha Luta), que acabou se tornando o guia ideológico do nazismo.

Hitler no poder

Ao sair da prisão, em 1925, Adolf Hitler trabalhou para reconstruir o Partido Nazista. Nesse momento, o nazismo passou a realizar ações para ampliar sua influência, como a criação de organizações específicas para diferentes grupos sociais.

Através do discurso populista, Hitler prometia uma Alemanha forte e condenava outros por todas as coisas ruins no país. Com isso, ele foi obtendo sucesso, ao ponto de concorrer nas eleições presidenciais do país, após conseguir a cidadania alemã, em 1932.

Ele perdeu as eleições, mas o pressão do povo e a crise alemã pressionaram o presidente eleito a nomear Hitler como chanceler. Nessa posição, ele começou a perseguir sua oposição e fortaleceu o Partido Nazista. Também foi criado o primeiro campo de concentração, em 1933, que prendeu comunistas e social-democratas.

No mesmo ano, também aconteceu um incêndio no Parlamento alemão. Após esse acontecimento, vários decretos e leis foram aprovados, aumentando o poder do Partido Nazista e de Hitler. Assim, todos os outros partidos foram dissolvidos e opositores foram executados. Dessa forma, com a morte do presidente, em 1934, Hitler assumiu as duas funções de chanceler e Führer (líder, em português).

Hitler tomou várias medidas para melhorar a economia alemã. Entre elas, foram feitos expurgos, que consistiam em tomar os bens dos judeus. Com mais dinheiro, o governo de Hitler passou também a militarizar novamente a Alemanha, algo proibido pelo Tratado de Versalhes.

Após a remilitarização, Hitler intensificou a perseguição a judeus e passou a agir para a constituição do Lebensraum, o “espaço vital” dos arianos. Essa ideologia nazista defendia o direito dos alemães arianos a um espaço de terra para construção do Terceiro Reich (império).

Para isso, Hitler quebrou novamente o Tratado de Versalhes e anexou a Áustria e uma região da Tchecoslováquia. Por fim, ele também ordenou a invasão da Polônia, marcando o início da Segunda Guerra Mundial.

Hitler na Segunda Guerra Mundial

Durante a Segunda Guerra Mundial, Hitler foi o principal comandante do exército alemão. Com a remilitarização da Alemanha nos anos anteriores ao conflito, a primeira etapa da guerra, entre 1939 e 1941, foi marcada pelo sucesso da Alemanha em dominar vários países, como a França, a Noruega e a Dinamarca.

No entanto, Hitler liderou o ataque à União Soviética. Contrariando seus generais, ele ordenou cercar as cidades de Leningrado e Kiev, ao invés de focar o ataque somente a capital Moscou. Além de atrasar o ataque a Moscou, Hitler deu ordens para que as tropas alemãs lutassem em Stalingrado mesmo desgastados e liderou mal a estratégia em Kursk, somando três batalhas perdidas pela Alemanha.

Uma resistência ao governo nazista foi ganhando força com as derrotas e diversos atentados a vida de Hitler foram feitos. No início de 1945, a situação alemã já estava crítica, mas Hitler ainda mantinha as esperanças de uma virada na guerra. No entanto, ele passou a comandar o exército de um abrigo subterrâneo, conhecido como Führerbunker.

Como Hitler morreu

No final de abril, após o seu aniversário de 56 anos, Hitler passou todo o tempo no abrigo subterrâneo, enquanto as tropas soviéticas do Exército Vermelho cercavam a capital alemã Berlim. De lá, ele deu ordens para que a população defendesse a cidade, incluindo crianças e idosos na luta. Hitler também se casou com Eva Braun, sua amante de longa data, no bunker, em 29 de abril de 1945.

Hitler já fazia planos para o seu suicídio, já que não queria ser capturado como aconteceu com Mussolini, o líder fascista da Itália. Assim, no dia 30 de abril de 1945, Hitler e sua esposa cometeram suicídio. Os corpos foram queimados e os restos escondidos, de acordo com o pedido de Hitler. Três dias após sua morte, a Alemanha se rendeu, dando fim a Segunda Guerra na Europa.

Partido de Hitler

Adolf Hitler fazia parte do Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães (NSDAP), mais conhecido como Partido Nazista. Apesar de conter a palavra “socialista” no nome, o partido era alinhado politicamente à extrema-direita. As principais ideologias do partido era o nazismo, o racismo científico, o pangermanismo, o anticomunismo, o antissemitismo e o militarismo.

O Partido Nazista foi criado em 1920. Adolf Hitler foi líder do partido de 1921 até 1945. Após a morte de Hitler, o partido foi dissolvido e declarado ilegal.

Curiosidades

  • Adolf Hitler desenvolveu uma obsessão por sua sobrinha Geli Raubal, uma adolescente na época;
  • No período em que a jovem viveu com Hitler, Geli era mantida praticamente como prisioneira do tio e cometeu suicídio aos 17 anos com uma arma dele;
  • Os registros médicos de Hitler indicam que ele tinha problemas gastrointestinais que o faziam peidar excessivamente;
  • Por causa de seus problemas no estômago, Hitler era vegetariano;
  • De acordo com relatos, Hitler era usuário habitual de cocaína e recebia injeções de sêmen de touro para aumentar sua virilidade, além de colocar sanguessugas no corpo e usar uma versão de metanfetamina como tratamento de saúde;
  • Foram feitas, pelo menos, 42 tentativas de assassinar Hitler;
  • Por causa disso, ele mantinha um time de 15 jovens que deveriam provar suas refeições para garantir que o alimento não estava envenenada;
  • Ele desenvolveu planos mirabolantes, como um que pretendia assassinar o primeiro-ministro britânico, Winston Churchill, com uma bomba plantada em um chocolate;
  • Hitler era um amante do cinema e seus filmes preferidos eram “Branca de Neve e os Sete Anões” e “King Kong”;
  • Os dos sobrinhos de Hitler, William Patrick Hitler, fugiu para os Estados Unidos, entrou para o exército e lutou contra o Eixo na Segunda Guerra Mundial;
  • Existem cinco sobrinhos-netos de Hitler ainda vivos. No entanto, nenhum deles usa o sobrenome do tio-avô e eles não se casaram para não ter filhos. Dessa forma, eles pretendem acabar com a família Hitler.

Frases

“A realização de ideias destinadas a ter influência sobre o futuro é pouco lucrativa e só muito raramente é compreendida pela grande massa, à qual interessam mais reduções de preço de cerveja e de leite do que grandes planos de futuro, de realização tardia e cujo benefício, finalmente, só será usufruído pela posteridade.”

“O homem que desconhece e menospreza as leis raciais, em verdade, perde, desgraçadamente a ventura que lhe parece reservada, Impede a marcha triunfal da melhor das raças, com isso estreitando também a condição primordial de todo progresso humano.”

“Mas a Natureza disso se encarrega, sujeitando o mais fraco a condições de vida difíceis, que, só por isso, o número desses elementos se torna reduzido. Não consentindo que os demais se entreguem, sem seleção prévia, a reprodução, ela procede aqui a uma nova e imparcial escolha, baseada no princípio da força e da saúde.”

“Se, por um lado, ela (a natureza) pouco deseja a associação individual dos mais fracos com os mais fortes, ainda menos a fusão de uma raça superior com uma inferior. Isso se traduziria em um golpe quase mortal dirigido contra todo o seu trabalho ulterior de aperfeiçoamento, executado talvez através de centenas de milênios.”

“A grande massa não passa de uma obra da natureza e o seu sentir não compreende o aperto de mão recíproco entre homens que afirmam pretender o contrário. O que ela quer é a vitória do mais forte e o aniquilamento do fraco ou a sua rendição incondicional.”

você pode gostar também