Revolução de 1930

Revolução de 1930 é o nome dado ao movimento político que levou Getúlio Vargas à presidência do Brasil.

0

A Revolução de 1930 foi um movimento político que tinha o objetivo de tirar do poder o então presidente do Brasil, Washington Luís (1926–1930).

Esse movimento foi responsável por promover um golpe de Estado que colocou fim à República Velha e ao sistema de governo que vigorava no país conhecido como Política do Café com Leite.

O principal ator da Revolução de 1930 foi o político gaúcho, Getúlio Vargas, que insatisfeito com a concentração do poder nas mãos dos representantes dos mesmos estados (São Paulo e Minas Gerais), se lançou como candidato presidencial nas eleições de 1930.

A derrota de Vargas no pleito eleitoral gerou revolta não só nele, mas também nos setores políticos que estavam cansados da Política do Café com Leite.

Sendo assim, os estados do Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraíba se uniram para articular o movimento que deu início à Era Vargas.

Contexto histórico

Entre os anos de 1898 e 1930, os grandes fazendeiros de Minas Gerais e São Paulo se revezavam no posto presidencial, elegendo candidatos que garantiam os interesses das elites.

A política nacional era comandada pelas oligarquias desses estados que, apoiados em eleições fraudulentas, elegiam os candidatos de seu interesse.

A alternância dos representantes de São Paulo e Minas Gerais na presidência da República ficou conhecida como Política do Café com Leite, uma prática que tinha o objetivo de manter o poder central nas mãos dos políticos que manteriam os privilégios das elites desses estados que eram os mais poderosos da época.

Tal revezamento se manteve até alguns estados notarem o jogo político sustentado por MG e SP e começarem a exigir participação política no executivo federal.

A crise de 1929 foi outro elemento que auxiliou para o fim da Política do Café com Leite, pois ela atingiu o país, causando desemprego e insatisfação nos brasileiros.

A economia nacional baseava-se nas plantações de café que eram exportadas para outros países. No entanto, a partir da queda da bolsa de valores de Nova Iorque, as exportações de café caíram rapidamente, provocando uma intensa crise econômica no país.

Sendo assim, o descontentamento da população com o governo aumentou ao mesmo tempo em que os oficiais de baixa patente do exército nacional se revoltavam com o jogo político de então.

Setores do exército já haviam demonstrado insatisfação com o país através da Revolta do Forte de Copacabana, da Comuna de Manaus e da Revolta do Forte de Copacabana.

Eleições presidenciais de 1930

As eleições presidenciais de 1930 ocorreram em um contexto repleto de tensões entre as elites paulistas e mineiras.

Em 1929, Washington Luís indicou Júlio Prestes para o suceder na presidência da República. No entanto, tal atitude contrariava o jogo político de então que estabelecia a alternância do posto presidencial entre representantes de SP e MG.

Ao indicar Júlio Prestes, Washington Luís abriu mão da Política do Café com Leite, causando revolta nos mineiros.

Sendo assim, Minas Gerais se une ao Rio Grande do Sul e Paraíba, estados que estavam igualmente insatisfeitos com a indicação.

A união desses estados desencadeou na criação da Aliança Liberal, uma aliança política que tinha o intuito de lançar candidatos à presidência e vice-presidência aptos a colocar um fim na Política do Café com Leite. O candidato escolhido foi o gaúcho Getúlio Vargas.

No entanto, Júlio Prestes venceu as eleições e a Aliança Liberal não reconheceu a vitória do candidato.

Assassinato de João Pessoa

Ainda em 1930, João Pessoa, presidente da Paraíba e candidato a vice-presidente foi assassinado em Recife. Sua morte causou revolta na população.

Sem a intenção de renunciar à presidência, em outubro do mesmo ano, tropas lideradas por Vargas e Távora marcharam até o Rio de Janeiro, então capital do país.

No dia 24 de outubro, uma junta provisória militar composta pelos militares Tasso Fragoso, Mena Barreto e Isaías de Noronha depõem Washington Luís da presidência do Brasil e transferem o poder à Getúlio Vargas, que anulou a Constituição de 1891 e iniciou seu governo provisório.

Revolução ou golpe?

A Revolução de 1930 foi assim denominada pelos seus próprios membros. Contudo, tal movimento é definido como um golpe de Estado.

O ano de 1930 se caracterizou pela ocorrência de conflitos entre as elites, entretanto, não representou grande mudanças na sociedade brasileira.

Saiba mais em:

você pode gostar também