Politica do Café com Leite

A Politica do Café com Leite foi a expressão adotada para designar a alternância no cargo de presidente da República por representantes mineiros e paulistas.

0

O que foi a Política do Café com Leite? Foi a forma encontrada para designar o momento político que vigorou no Brasil durante a República Velha ou Primeira República.

Esta fase foi marcada por um acordo estabelecido entre as principais oligarquias de São Paulo e Minas Gerais que revezavam o poder no governo federal.

Essa política sustentou uma estrutura de poder que se baseava na alternância entre os fazendeiros de Minas Gerais e os cafeicultores de São Paulo no posto presidencial.

O principal objetivo da Política do Café com Leite era manter o poder do país nas mãos das elites.

Resumo

A Proclamação da República em 1889 reorganizou toda a estrutura política do país. Quando Império, o Brasil era governado por um imperador que tinha o poder concentrado em suas mãos, por meio do poder moderador. O restante do país era administrado pelos presidentes das províncias.

Com a implementação da república e a promulgação da Constituição de 1891, o poder do país passou a ser descentralizado e as províncias se tornaram estados com autonomia política, econômica e militar.

A autonomia dos estados garantiu que alguns deles tivessem mais privilégios do que outros. Os mais beneficiados foram São Paulo e Minas Gerais que mantiveram suas oligarquias nos poderes estaduais, além de revezarem o poder federal.

A economia de Minas Gerais era sustentada pelo fornecimento de leite e a de São Paulo se pautava pela plantação do café. Por isso, a expressão adotada para caracterizar a estrutura política do Brasil nesse período foi Política do Café com Leite.

Assim, durante os anos de 1898 até 1930, o posto presidencial foi assumido por representantes desses estados que se revezavam no poder.

Nesse sentido, o principal objetivo do presidente da República era manter os privilégios das elites do país.

Saiba mais em:

você pode gostar também
Deixe um comentário