Governo Washington Luís

Washington Luís foi o último presidente do Brasil durante o período da Primeira República. Seu governo marcou o fim da política do café com leite.

0

Washington Luís foi presidente do Brasil entre os anos de 1926 e 1930, sendo o último presidente da República Velha.

Deposto por um golpe de Estado, seu governo se caracterizou pela ruptura da política do café com leite, além de ser marcado pela crise econômica mundial de 1929.

Características do Governo Washington Luís

Mesmo tendo nascido no Rio de Janeiro, Washington Luís construiu sua carreira política em São Paulo. Considerado como um presidente moderno, quando prefeito e governador incentivou o:

  • Gerenciamento técnico-científico
  • Incremento de técnicas de racionalização administrativa
  • Investimento nas ciências sociais, historiografia, estatísticas e museologia
  • Apoio às manifestações culturais e esportivas

Fechou as prisões políticas e encerrou o estado de sítio estabelecido por seu antecessor. Em 1927 aprovou a Lei Celerada, que visava combater os “crimes ideológicos”.

Esta lei criminalizava qualquer evento que gerasse a revolta dos trabalhadores contra seus patrões. Desse modo, as revoltas da classe operária seriam contidas. Colocou o Partido Comunista Brasileiro na ilegalidade, além de outras ações.

Ele elaborou um plano de construção de estradas com o lema Governar é abrir estradas. Tal projeto criou as estradas Rio-São Paulo e Rio-Petrópolis.

Na economia, seu principal feito foi tentar fortalecer a moeda do país, a partir da montagem de um depósito de ouro que seria utilizado de lastro à moeda.

No entanto, a quebra da Bolsa de Valores ocorrida em 1929, impossibilitou o êxito da ação. Além disso, houve uma intensa queda nos valores do café.

Mesmo representando a oligarquia cafeeira paulista, o então presidente não concedeu empréstimos aos seus companheiros para que eles recuperassem suas economias.

Além disso, de acordo com a política do café com leite, o sucessor de Washington Luís deveria ser algum político mineiro, o que garantiria a alternância dos dois estados no poder.

No entanto, ele preferiu indicar o então governador do estado de São Paulo, Júlio Prestes. Nesse sentido, o  Partido Republicano Mineiro, sentindo-se traído, formou a Aliança Liberal juntamente com outros estados.

Fim do Governo Washington Luís

Júlio Prestes foi eleito para o cargo de presidente do Brasil, mas foi impedido de assumir o poder pela oposição.

Tais fatos antecederam o estopim da Revolução de 1930, que foi o assassinato de João Pessoa (político adversário dos paulistas) em Recife.

O então presidente Washington Luís foi o acusado de ordenar o homicídio do político. Com isso, este se tornou o principal motivo para a realização do golpe executado em outubro de 1930.

Deposto nos últimos dias do seu mandato, ele se exilou nos Estados Unidos e depois na Europa, voltando ao país em 1947.

Saiba mais em:

você pode gostar também