Aristóteles: Biografia, pensamentos, obras e frases

Aristóteles foi um filósofo grego que influenciou diversas áreas do conhecimento com as suas ideias. Confira quem foi Aristóteles, suas obras e ideias.

0

Aristóteles foi um filósofo grego que viveu durante o período clássico na Grécia Antiga. Seus estudos abrangem diversos temas, como a física, a metafísica, a poesia, o drama, a música, a lógica, a economia, a retórica, o governo, a ética, a linguística, a biologia e a zoologia.

Aristóteles é considerado um dos fundadores da filosofia ocidental, junto a Platão, seu professor, e a Sócrates, o professor de Platão. Além disso, Aristóteles também foi tutor de Alexandre, o Grande e fundou sua própria escola filosófica.

Por mais que boa parte de sua produção tenha se perdido, os estudos de Aristóteles continuam sendo desenvolvidos e pesquisados. Algumas teorias científicas de grande importância, como a de circulação do sangue de William Harvey, só surgiram por causa das questões levantadas por Aristóteles.

Biografia

Aristóteles nasceu na cidade de Estagira, pertencente ao Império Macedônio, no ano de 384 a.C. Ele era filho de Nicômaco, um médico e amigo pessoal do rei macedônio da época. Por volta dos 16 anos, Aristóteles se mudou para Atenas, cidade com forte produção intelectual e artística na Grécia, com o objetivo de estudar.

Ele optou pela Academia de Platão, que estudava questões relativas à ciência. Lá, Aristóteles permaneceu por vinte anos, até a morte de Platão. Ele passou por algumas cidades, onde dirigiu uma escola e se casou. Em 343 ou 342 a.C., Aristóteles é escolhido pelo rei Filipe II da Macedônia como professor do seu filho Alexandre.

Depois de alguns anos, ele retornou a Atenas e fundou sua própria escola filosófica no Liceu. A escola também ficou conhecida como peripatética, em referência a palavra grega para ambulante, já que Aristóteles possuía o hábito de dar aulas enquanto andava.

Com a morte de Alexandre, o Grande, a cidade de Atenas se posicionou contra o Império Macedônio. Por causa das suas ligações com o império e com o próprio Alexandre, Aristóteles fugiu para Cálcis, na ilha Eubeia, onde viveu até o final da sua vida. Assim, Aristóteles morreu por causas naturais aos 62 anos, em 322 a.C.

Principais ideias

Aristóteles estudou uma grande variedade de temas, mas suas ideias focaram em algumas áreas do conhecimento, que foram profundamente impactadas pelo seu pensamento.

Democracia

Em seus escritos sobre política, Aristóteles defendeu a democracia como a forma de governo mais justa. Esse posicionamento era contrário aos princípios de seu professor, Platão, mas influenciam a Ciência Política até a atualidade.

Empirismo

Aristóteles foi o primeiro pensador a reconhecer que o conhecimento prático pode levar ao entendimento do mundo. De acordo com Aristóteles, o conhecimento passa pelo intelecto e pelos sentidos do corpo (visão, audição, tato, olfato e paladar). Assim, a capacidade sensorial também é responsável pelo aprendizado.

Ética

Para Aristóteles, a ética é o estudo da virtude, que deve surgir a partir da moderação entre dois extremos morais. Desse forma, o que é virtuoso é o equilíbrio entre duas atitudes ruins, os vícios.

Lógica

Diversas noções lógicas, como verdade, falsidade e validade, foram introduzidas por Aristóteles. Ele também desenvolveu a teoria do silogismo, que consiste em deduzir algo a partir de três premissas. A maior parte dos conceitos da lógica foi classificado por Aristóteles.

Metafísica

A metafísica é a disciplina da filosofia que trata dos problemas centrais da filosofia teórica e de toda a ciência. Aristóteles escreveu diversos textos sobre esse tema, mas sem chamar dessa forma, e sim de filosofia primeira. Além disso, ele criou várias definições importantes para os estudos dessa área.

Sistematização

Assim como nas outras áreas de estudo, Aristóteles também foi o primeiro a ter ideias revolucionárias sobre a sistematização do conhecimento. Inicialmente, todas as disciplinas, desde Astronomia até Ciências da Natureza, eram estudadas por filósofos. Sendo assim, Aristóteles defendeu a distinção  e classificação entre os conhecimentos para sistematizar o estudo.

Obras

Cerca de dois terços da obra aristotélica foi perdida ao longo dos milênios. Além disso, não se sabe exatamente o que foi escrito por Aristóteles e o que foi produzido por seus alunos. Dessa forma, não se sabe a extensão das obras do filósofo, sendo conhecidas apenas os tratados mais famosos.

  • Metafísica: uma série de tratados sobre filosofia primeira, uma ciência que abarca todo o primeiro conhecimento, sem objetos específicos;
  • Lógica: esses tratados são divididos entre Categorias, que apresenta as noções básica da lógica clássica, e Da Interpretação, que fala sobre a verdade e o raciocínio;
  • Physica: tratados divididos em oito livros sobre algumas noções de Física já conhecidas na Antiguidade, como densidade e movimento;
  • Ética a Nicômaco: livro sobre as ideias de Aristóteles sobre a ética e o caráter humano, além de apresentar os conceitos de prudência e virtude;
  • Política: série de textos em que o filósofo apresenta sua tese política e defende a democracia para o bom funcionamento de uma cidade.

Frases

“O homem é, por natureza, um animal político.”

“A inteligência é a insolência educada.”

“A primeira qualidade do estilo (escrita) é a clareza.”

“O homem é um animal de linguagem.”

“O menor desvio inicial da verdade multiplica-se ao infinito na medida em que avança.”

“O sábio nunca diz tudo o que pensa, mas pensa tudo o que diz.”

“A coragem é a primeira das qualidades humanas porque garante todas as outras.”

Veja também:

você pode gostar também