Guerra Fria

A Guerra Fria foi caracterizada pela disputa entre os Estados Unidos (capitalista) e a União Soviética (socialista) pelo domínio mundial.

0

O que foi a Guerra Fria?

A Guerra Fria ocorreu no período entre 1947 a 1991. Foi uma disputa ideológica entre o socialismo, representado pela União Soviética e o capitalismo, representado pelos Estados Unidos.

Ambos os países queriam a liderança mundial. Por isso, competiam entre si principalmente no campo ideológico e tecnológico. Os Estados Unidos e a União Soviética não se enfrentaram de fato em seus territórios, entretanto, provocaram conflitos armados em diversas partes do mundo.

Quanto tempo durou a Guerra Fria?

A Guerra Fria ocorreu logo após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), no período compreendido entre 1947 a 1991. Ao final da II Guerra Mundial, a Europa se dividiu em duas partes:

Parte oriental

Também conhecido como Bloco Socialista, era constituído pelos países da Europa Oriental. Essa foi a área de influência da União Soviética. Rapidamente os partidos comunistas começaram a ocupar o poder nos países localizados nessa porção do continente. Adotaram as democracias populares como forma de governo.

Os países foram a Albânia, Bulgária, Checoslováquia, Hungria, Polônia e Romênia. A Iugoslávia adotou o regime socialista, entretanto, independente da URSS.

Parte ocidental 

Também chamado de Bloco Ocidental, era formado pelos países da Europa Ocidental. Essa parte ficou sob a influência dos Estados Unidos, predominando o sistema capitalista. Consolidaram-se as democracias liberais, exceto em Portugal e Espanha, que viveram regimes ditatoriais nesse período.

Alguns dos países que integraram esse bloco foram a França, Bélgica, Irlanda e Reino Unido.

A União Soviética e os Estados Unidos, as duas superpotências do século XX, ansiavam aumentar suas áreas de influência no mundo. Dessa maneira, eles interferiram direta e indiretamente nos assuntos internos de diversas nações, incluindo as que compõem o continente africano e americano.

Consequências

As consequências da Guerra Fria foram:

  • Formação de alianças político-militares: Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e o Pacto de Varsóvia. O primeiro liderado pelos Estados Unidos e o segundo pela União Soviética;
  • Ampliação da produção de armas (principalmente nucleares);
  • Intensificação de conflitos políticos e diplomáticos nos países envolvidos;
  • Apoio por parte dos Estados Unidos à golpes militares em países da América e da África;
  • Corrida armamentista;
  • Corrida espacial;
  • Aumento da propaganda anticomunista nos países influenciados pelos Estados Unidos;
  • Medo de uma possível guerra envolvendo bombas nucleares;
  • Ocorrência de guerras impulsionadas pelo cenário da Guerra Fria. Ex: Guerra da Coreia, Guerra do Vietnã e Revolução Cubana;
  • Perseguições políticas às pessoas que iam contra as ideologias.

Fim da Guerra Fria

No final da década de 1980 ocorreu uma profunda crise nas repúblicas soviéticas cansadas do atraso econômico e da falta de democracia. Esses foram os principais fatores que colaboraram para acelerar a crise do sistema socialista.

O fim da Guerra Fria é simbolizado pela queda do Muro de Berlim e a reunificação da Alemanha. A queda do muro de Berlim representou o fim dos regimes socialistas europeus.

O presidente da União Soviética, Mikahil Gorbachev instaurou reformas econômicas, mudanças políticas e acordos com os Estados Unidos. A partir de então, o socialismo foi se enfraquecendo.

O ano de 1991 é marcado pela dissolução da União Soviética e o fim da Guerra Fria. Chegava ao fim o longo período de disputas ideológicas, políticas e militares. O capitalismo saiu vitorioso e passou a vigorar na maioria dos países antes socialistas.

Veja também: Questões sobre a Guerra Fria

você pode gostar também