O que é comunismo

Criado no contexto da Revolução Industrial, o comunismo é uma ideologia que propõe uma sociedade sem desigualdade social.

0
O comunismo é uma ideologia política, social e econômica que propõe o fim da propriedade privada, das classes sociais e do Estado. Desse modo, seria criada uma sociedade igualitária, sem desigualdade social e com uma nova organização econômica e política.

Essa ideologia surgiu no contexto da Revolução Industrial, no século XIX, que trouxe diversas transformações tecnológicas e o trabalho assalariado. No entanto, as condições das fábricas eram péssimas para os trabalhadores (proletários), que trabalhavam por muitas horas seguidas sem descanso e segurança contra acidentes.

Vendo as injustiças cometidas pelos donos das fábricas (burgueses) contra os proletários, Karl Marx e Friedrich Engels lançaram, em 1848, um panfleto chamado “O Manifesto Comunista”. Nesse panfleto, os dois autores analisam a situação miserável do proletariado e propõem a luta de classes como uma forma do proletário tomar os meios de produção da burguesia.

Além disso, eles popularizaram a ideia de comunismo, que seria esse sistema socioeconômico igualitário. Para chegar nessa sociedade, Marx e Engels defendem a existência de um sistema transitório em que o Estado seria o dono de todos os meios de produção. Essa etapa é conhecida como socialismo.

Portanto, o comunismo é contrário ao capitalismo, já que o sistema capitalista é baseado na propriedade privada e na obtenção. Para o capitalismo, o principal objetivo é o acúmulo máximo de riquezas. No entanto, dentro do capitalismo, enquanto uma pessoa é extremamente rica, todas as outras pessoas são muito pobres, o que não aconteceria em uma sociedade comunista.

Para saber mais sobre o que é comunismo, sua origem, seus ideais e sobre o comunismo no Brasil e em outros países, clique aqui.

Veja também:  O que é cidadania

você pode gostar também