Páscoa

A Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Cristo e também uma comemoração judaica

0

Quando se fala em Páscoa, muita gente comemora, já que é um feriado em que as famílias gostam de aproveitar para estar juntas. Além disso, muitas pessoas costumam presentear com chocolate nessa data, sendo uma alegria para aqueles que gostam do doce.

No entanto, para além de um feriado ou dos chocolates, a Páscoa possui um significado profundo para muitas religiões, sendo uma comemoração a diferentes ocasiões.

O que é Páscoa

A Páscoa é uma celebração cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo. No calendário cristão, a Páscoa encerra a Semana Santa, em que são feitas comemorações que remetem a semana em que Cristo foi morto.

Na quinta-feira, é celebrada a Missa da Ceia do Senhor, em referência a Última Ceia. Já na “Sexta-feira Santa” é relembrada a crucificação e morte de Jesus. Por fim, o “Domingo de Páscoa” encerra a semana como uma comemoração a ressurreição de Cristo e seu aparecimento aos discípulos.

A Páscoa também encerra a Quaresma, um período de 40 dias em que fiéis permanecem em penitências e jejum de algum alimento, geralmente a carne vermelha.

Significado da Páscoa

A palavra “Páscoa” vem do termo hebraico Pessach que significa travessia ou passagem. O termo remete a ocasião em que o povo hebreu saiu da escravidão do Egito e atravessou o Mar Vermelho, sob a liderança de Moisés. Como isso aconteceu na primavera, o povo deveria comemorar o livramento em todas as primaveras.

A primeira Pessach foi comemorada pelos hebreus ainda no Egito, que, por ordem divina,  sacrificaram um cordeiro sadio e passaram o sangue nos umbrais da morte para sinalizar a casa. Dessa forma, a família era protegida da passagem o anjo da morte para matar todos os filhos primogênitos.

Assim, a Pessach ainda é celebrada pelos judeus, conforme o que foi ordenado por Deus para o povo hebreu. Como os primeiros cristãos provavelmente conheciam ou eram judeus, a ressurreição de Cristo também passou a ser celebrada na data da Páscoa judaica.

Portanto, a Páscoa possui dois significados distintos: um para os judeus, que comemoram a libertação do Egito, e outra para cristãos, que celebram a ressurreição de Jesus Cristo.

Quando é a Páscoa

A Páscoa não é um feriado de data fixa, mas sim móvel. Conforme foi estabelecido no Concílio de Niceia, no ano de 325, a Páscoa acontece no primeiro domingo após a lua cheia que ocorre depois do equinócio de primavera. No entanto, esse critério é válido apenas para o Hemisfério Norte, já que no Sul, a data é após o equinócio de outono.

A data foi estabelecida por autoridades da Igreja Católica para distinguir a Páscoa cristã da judaica. Outras comemorações cristãs, como o Carnaval ou Corpus Christi, são ligadas a data da Páscoa.

A Pessach, por sua vez, é comemorada no dia 14 e 15 de nissan no calendário judaico, data que fica nos meses de março ou abril.

Símbolos da Páscoa

Além da representação religiosa, diversos outros símbolos também passaram a ser relacionados à Páscoa, como o coelho e os ovos.

O coelho da Páscoa significa fertilidade e ressurgimento da vida. Acredita-se que os coelhos eram usados por povos antigos no começo da primavera, já que é o momento de renascimento da natureza.

Além disso, os ovos da Páscoa também representam o começo da vida. De acordo com relatos, vários povos presenteavam os amigos com ovos como uma forma de desejar uma vida feliz. Os ovos foram incorporados de diferentes maneiras, podendo ser utilizados em uma caçada aos ovos ou como ovos de chocolate.

Veja também: O que é Corpus Christi

você pode gostar também