O que é Corpus Christi

Corpus Christi é uma festa católica que lembra a morte e ressurreição de Jesus Cristo, com origem no século XIII.

0

No Brasil, são comemorados diversos feriados de origem religiosa, como a Páscoa e o Natal. Para muitas pessoas, esses feriados são apenas um momento de divertimento e de estar junto a família.

No entanto, várias outras pessoas consideram esses feriados religiosos como um dia especial para exercer a sua fé e buscar uma conexão maior com o divino, assim como acontece no feriado de Corpus Christi.

O que é Corpus Christi

Corpus Christi é uma celebração da Igreja Católica que comemora o sacramento da eucaristia. Para os católicos, isso significa uma forma de relembrar a morte e a ressurreição de Jesus Cristo. Isso é representado pela expressão em latim Corpus Christi, que significa “corpo de Cristo”.

Dessa forma, a comemoração faz referência a Última Ceia, em que Cristo pede aos discípulos que comam o pão que simboliza o seu corpo e o vinho que representa seu sangue.

A celebração do Corpus Christi acontece sempre em uma quinta-feira, em memória a Última Ceia que também ocorreu em uma quinta. Além disso, o Corpus Christi é comemorada exatamente 60 dias depois da Páscoa e na primeira quinta-feira após o Domingo da Santíssima Trindade

História de Corpus Christi

A origem de Corpus Christi está ligada ao ano de 1264, no século XIII, período do pontificado do papa Urbano IV. Por volta dessa época, a freira Juliana de Mont Cornillon relatava ter sonhos e visões em que recebia a mensagem divina de que o sacramento da eucaristia deveria ser comemorado de maneira apropriada.

Inicialmente, o bispo Roberto de Thourotte foi influenciado por esses relatos e autorizou a comemoração para o ano de 1247. Os relatos de Juliana também chegaram no arcediago Jacques Pantaleon, que se tornaria o papa Urbano IV, responsável por oficializar a celebração de Corpus Christi.

Outro acontecimento que influenciou o papa a criar Corpus Christi foi o Milagre de Bolsena. De acordo com relatos da época, o sacerdote Pedro de Praga foi a Roma, em 1264, para se reunir com Urbano IV. Enquanto ele retornava para casa, ele parou em Bolsena e realizou o sacramento da eucaristia. Durante o sacramento, sangue brotou da hóstia consagrada.

A notícia de um milagre se espalhou e, assim, o papa oficializou Corpus Christi. Dessa forma, a festa se espalhou por toda a Europa, tendo sua importância confirmada no século XIV. Com o tempo, novas práticas passaram a complementar a celebração, como o ato de fazer tapetes.

Tapetes de Corpus Christi

No dia de Corpus Christi, fiéis da Igreja Católica têm a tradição de fazer tapetes de rua para a passagem da procissão realizada na data. Originalmente, a tradição de confeccionar tapetes era feita somente em Portugal, sendo difundida no Brasil após a colonização portuguesa.

Tapete de Corpus Christi feito com sal por fiéis do Rio de Janeiro em 2018.

Os tapetes possuem temas variados, mas sempre com enfoque na eucaristia e em outros temas católicios. Os materiais utilizados na confecção dos tapetes de Corpus Christi também são bem diversos, sendo usados serragem, borra de café, farinha, areia e flores, entre outros materiais.

Veja também:

você pode gostar também