Quem foi Martin Luther King?

Martin Luther King foi um ativista político que lutou contra a discriminação racial nos Estados Unidos. Sua luta inspirou o Apartheid, na África do Sul.

0

Martin Luther King Jr. foi um ativista político que lutava a favor de salários dignos e melhores condições de trabalho para negros. Desde jovem, ele tinha a consciência da situação de segregação que viviam, principalmente no sul do país.

Sua luta pelos direitos civis dos negros se iniciou em 1955. O ativista se inspirava em Mahatma Gandhi e na teoria civil de Henry David, sendo essas as mesmas que inspiraram Nelson Mandela, na África do Sul.

Martin, assim como seu pai, seguiu o pastoreado. Quando formado nos estudos teológicos, ele pastoreou em uma igreja na cidade de Montgomery, no estado do Alabama, Estados Unidos.

Primeira luta

A primeira luta em que Martin Luther King se envolveu, foi a favor de Rosa Parks, uma mulher negra que foi presa por se recusar a se levantar e dar seu assento a um homem branco.

A prisão da costureira gerou grande revolta, não apenas no Alabama, mas em toda a parte sul dos Estados Unidos.

Luther King conquistou a notoriedade do povo por ter defendido publicamente Rosa Sparks. Além disso, ele organizou movimentações, que denunciavam a arbitrariedade da empresa de ônibus e a da justiça.

Os protestos duraram 382 dias e só finalizaram quando a segregação racial nos ônibus de Montgomery foram abolidas.

Eu tenho um sonho

No dia 28 de agosto de 1963, Martin Luther King fez um discurso para mais de 250 mil pessoas. Na fala, ele expressou o seu desejo de ver os Estados Unidos sem segregação social.

Confira um trecho do famoso discurso de Martin Luther King, que ganhou um prêmio Nobel da Paz:

Eu tenho um sonho que um dia essa nação levantar-se-á e viverá o verdadeiro significado da sua crença: ‘Consideramos essas verdades como auto-evidentes que todos os homens são criados iguais’. Eu tenho um sonho que um dia, nas montanhas rubras da Geórgia, os filhos dos descendentes de escravos e os filhos dos descendentes de donos de escravos poderão sentar-se juntos à mesa da fraternidade.

Morte de Martin Luther King

Martin Luther King, no dia 4 de abril de 1968, aos 39 anos, foi assassinado. Apesar disso, sua luta permaneceu viva e se expandiu. Seus ensinamentos foram determinantes para o fim do Apartheid, na África do Sul.

Veja também:

você pode gostar também
Deixe um comentário