Significado do Coelho da Páscoa

Como um símbolo da Páscoa, o coelho está ligado ao significado de renascimento e vida nova que a data possui.

0

Quando se fala em Páscoa, muitas crianças já pensam no Coelho da Páscoa. De acordo com uma cantiga popular, o Coelho da Páscoa tem olhos vermelhos, pelo branco e orelhas bem grandes, sendo um coelhinho manhoso, assustado e guloso.

Essa figura tradicional do Coelho da Páscoa é apresentada na infância para todos. No entanto, além de ser um animalzinho fofo que traz consigo o Ovo da Páscoa, o coelho possui um significado relacionado ao que a Páscoa simboliza.

Significado do Coelho da Páscoa

O Coelho da Páscoa é um dos símbolos da Páscoa, usado por remeter ao nascimento e fertilidade. Na natureza, o coelho é um animal que se reproduz com rapidez, gerando grandes ninhadas.

Assim, muitos povos consideravam o coelho como símbolo de vida nova. Dessa forma, o coelho possui um significado parecido com o da Páscoa para os cristãos, que consideram a data como celebração da ressurreição de Jesus Cristo.

Além disso, muitos povos antigos relacionavam o animal com a mudança de estação do inverno para a primavera. Nesse contexto, o coelho representava o “renascimento da vida”, já que era um dos primeiros animais a deixaram a toca após o fim do inverno.

Na mitologia germânica, o coelho era um dos símbolos de Ostara, deusa da fertilidade. Por causa dessa lenda, surgiu o hábito entre os alemães de entregar ovos de galinhas pintados para as crianças.

Como o culto a Ostara costumava ser feito durante a primavera, os cristãos assimilaram o símbolo do coelho e a tradição dos ovos à Páscoa cristã, de forma a evitar celebrações pagãs.

No Brasil, o símbolo do Coelho da Páscoa surgiu no final do século XVII, com a chegada de imigrantes alemães ao país.

Veja também:

você pode gostar também