Bócio

Continue lendo para conhecer essa doença da tireoide.

0

O bócio é um problema causado pelo aumento da tireoide que pode acontecer de anatomicamente de três formas distintas:

  • Bócio difuso: aumento uniforme da glândula tireoide.
  • Bócio uninodular: crescimento de apenas um nódulo na tireoide.
  • Bócio multinodular: crescimento de mais de um nódulo na tireoide.
  • Bócio mergulhante: crescimento do nódulo ocorre deslocado para o tórax e é um tipo mais raro.

Se olharmos para as funções da tireoide, podemos classificar o bócio como tóxico ou atóxico.

  • Bócio tóxico: aumento na produção de hormônios podendo levar o paciente para um quadro clínico ou laboratorial mais grave.
  • Bócio atóxico: não existe o aumento da produção hormonal, apenas aumento da glândula.

Portanto, podemos unir as duas classificações e ter um bócio difuso tóxico ou um bócio difuso atóxico, por exemplo.

Bócio
Bócio

Sintomas do bócio

O principal sintoma do bócio é o aumento na região da tireoide, ou seja, a região do pescoço. Pequenos aumentos não costumam ter nenhum sintoma clínico.

No entanto, os grandes aumentos acima de 40 cm3 para um lobo da tireoide ou 80 cm3 para a tireoide toda pode comprimir estruturas vizinhas e causar alguns sintomas:

  • Dificuldade para respirar.
  • Dificuldade para engolir.
  • Sensação de sufocamento na garganta.
  • Dores na região do pescoço.
  • Aumento visual de volume no pescoço.
  • Hipotireoidismo ou hipertireoidismo.

Causas do bócio

O bócio pode ser causado por doenças autoimunes como a tireoide de Hashimoto, um tipo de bócio difuso atóxico, ou como a Doença de Graves, um tipo de bócio difuso tóxico.

Fatores genéticos e ambientais também podem causar nódulos na tireoide e esses tipos correm o risco de serem propagados dentre as gerações.

Entre os fatores ambientais, o principal é a deficiência de iodo, mas no Brasil ela é rara pois o sal de cozinha é iodado para evitar que a deficiência aconteça.

Diagnóstico do bócio

O bócio pode ser diagnosticado através dos sintomas e de exames que avaliem as funções e o tamanho da tireoide. Taxas hormonais também podem ser medidas para observar aumento de hormônios tireoidianos.

O médico endocrinologista pode pedir exames como hemogramas, tomografias, cintilografia e ultrassonografia da tireoide.

Tratamento do bócio

Existe um tratamento mais adequado para cada tipo de bócio e na maioria das vezes não é necessário realizar nenhuma cirurgia.

Geralmente, a cirurgia só é indicada quando o bócio comprime uma parte importante ou tiver suspeitas de malignidade, ou seja, de ser um câncer de tireoide.

O uso de medicação pode ajudar a reduzir o tamanho dos nódulos, mas pode elevar o risco de desenvolvimento de hipertireoidismo.

Recomendações sobre o bócio

  • Usar sempre sal iodado.
  • Inclua na alimentação alimentos ricos em iodo como algas, leite, ovos, frutos do mar e o sal iodado.
  • Reduzir o consumo de álcool e cafeína.

Veja também:

você pode gostar também
Deixe um comentário