Doença de Parkinson

Você conhece a doença de Parkinson? Continue lendo para saber tudo sobre ela!

0

O que é Parkinson?

A doença de Parkinson, também conhecida como mal de Parkinson, é um distúrbio degenerativo do sistema nervoso que afeta os movimentos do corpo, fazendo com que o paciente apresente tremores de forma crônica e progressiva.

Ela é causada por uma baixa intensa na produção da dopamina causada pela morte das células do cérebro que produzem esse neurotransmissor que, entre muitas funções, exerce controle sobre nossos movimentos.

A maioria dos pacientes com doença de Parkinson, começa a apresentar os sintomas entre 55 e 60 anos e eles se intensificam a partir dos 75 anos de idade.

Sintomas da doença de Parkinson

Os sintomas da doença de Parkinson variam entre os pacientes. Geralmente, os primeiros sintomas são lentos e o paciente não percebe que eles começaram a se manifestar.

O início dos sintomas costuma ser:

  • Lentidão nos movimentos;
  • Tremores nas extremidades das mãos;
  • Diminuição do tamanho das letras ao escrever;
  • Rigidez muscular;
  • Redução de movimentos;
  • Distúrbios na fala;
  • Dificuldades para engolir;
  • Depressão;
  • Dores e tonturas;
  • Distúrbios de sono, respiratórios e urinários.

Diagnostico da doença de Parkinson

Quanto mais cedo foi realizado o diagnóstico da doença de Parkinson, mais eficiente será o tratamento. Por isso, assim que os primeiros sintomas forem percebidos é importante buscar ajuda médica de um neurologista.

Não existe um exame capaz de diagnosticar sozinho essa doença, mas o quadro clínico dos sintomas apresentados permite ao especialista prescrever os medicamentos corretos.

Com a melhora dos sintomas após tomar os primeiros medicamentos, o neurologista pode fechar o diagnóstico da doença de Parkinson.

Tratamento da doença de Parkinson

O tratamento para a doença de Parkinson pode ser feito de forma medicamentosa, psicoterápica ou cirúrgica, a depender da gravidade dos sintomas em cada paciente.

As drogas neuroprotetoras evitam a diminuição da produção de dopamina e a psicoterapia pode ajudar no quadro de depressão, perda de memória e possível aparecimento de demências em decorrência da evolução da doença de Parkinson.

Veja também:

você pode gostar também