Tecido muscular

Continue lendo para compreender um dos tecidos de sustentação do corpo animal.

0

O tecido muscular faz parte do sistema muscular e tem a capacidade de contrair e relaxar suas células e, por isso, é um dos responsáveis pelas funções motoras do corpo dos animais.

As características principais do tecido muscular estão relacionadas a capacidade que as células tem de excitação, contração, extensão e elasticidade.

Pelo menos 40% da massa corporal de um indivíduo adulto é composta por tecido muscular.

Funções do tecido muscular

  • Movimentação do corpo.
  • Transporte de substâncias.
  • Estabilização de posições, como manter o pescoço ereto e a cabeça equilibrada.
  • Regulação do volume ocupado pelos órgãos.
  • Produção de calor para manter a temperatura corporal.

Contração dos tecidos musculares

A contração muscular é realizada através de estímulos do sistema nervoso e utilizam energia em forma de ATP.

A intensidade da contração muscular varia de acordo com o estímulo e quantidade de fibras musculares que foram estimuladas por esse estímulo.

A células musculares são afiladas e chamadas de fibras, que ficam organizadas em feixes que contém também os filamentos de actina e miosina.

A contração muscular acontece quando o filamento de actina desliza sobre o filamento de miosina, fazendo com que  as microfibrilas diminuam seu tamanho e provoquem a contração.

Tecido muscular - Contração muscular
Tecido muscular – Contração muscular

Tipos de tecidos musculares

Existem três tipos de tecidos musculares: tecido muscular liso, tecido muscular estriado esquelético, tecido muscular estriado cardíaco.

Tipos de tecido muscular
Tipos de tecido muscular

As células desses tecidos possuem nomenclatura especial:

  • Célula muscular: fibra.
  • Membrana plasmática: sarcolema.
  • Citoplasma: sarcoplasma.
  • Fibras de actina e miosina: miofibrilas.

Tecido muscular liso

O tecido muscular liso não possui estriações em suas células e também é conhecido como tecido muscular não estriado.

Ele pode ser encontrado em muitos órgãos e tecidos do corpo, como o estômago, intestino, bexiga, útero, ductos glandulares e vasos sanguíneos.

Esse tecido possui contração lenta e involuntária, as células são alongadas, apresentam apenas um núcleo e tem as extremidades afiladas.

Os filamentos de actina e miosina não se organizam em padrões regulares de feixes e as fibras se mantêm unidas por junções do tipo gap e zonas de oclusão.

Tecido muscular liso
Tecido muscular liso

Tecido muscular estriado esquelético

O tecido muscular estriado esquelético possui contração voluntária e rápida dos músculos. Ele está ligado a estruturação do esqueleto.

As fibras contém muitas microfibrilas organizadas com estriações transversais, que podem ter o comprimento total do músculo ao qual pertencem.

As células do tecido muscular estriado esquelético possuem muitos núcleos e, eles ficam localizados próximos à membrana das células.

Tecido muscular esquelético
Tecido muscular esquelético

Tecido muscular estriado cardíaco

O tecido muscular estriado cardíaco está presente no músculo do coração. Ele possui contrações vigorosas, rítmicas e involuntárias.

As células desse tecido são alongadas e ramificadas, possuem de um a dois núcleos localizados no centro da célula e são unidas por discos intercalares que são encontrados nas extremidades.

O tecido muscular estriado cardíaco tem estrias transversais, mas não formam microfibrilas. As estriações são mais curtas e menos evidentes do que as que são encontradas no tecido muscular estriado esquelético.

As mitocôndrias ocupam quase todo volume das células, evidenciando a grande necessidade de ATP que esse tecido precisa para funcionar.

Os batimentos cardíacos são mecanismos controlados pelo nó sinoatrial, formado por células musculares cardíacas modificadas que funcionam como um marca-passo.

Tecido muscular cardíaco
Tecido muscular cardíaco

Veja também:

você pode gostar também
Deixe um comentário