Dia das Mães

O Dia das Mães é uma data que surgiu nos EUA para homenagear todas as mães, mas que também se tornou uma data comercia no Brasil e no mundo.

0

Para que todo mundo pudesse nascer, existiu uma mulher que abriu mão de si mesma por nove meses para gerar uma nova pessoa. Em seguida, essa mulher atuou na criação de uma criança para que ela se tornasse uma boa pessoa.

Todas essas atividades são de dificuldade elevada, o que torna o papel de mãe um dos mais desafiadores dentro da sociedade. Sendo assim, é muito importante reconhecer a importância da figura materna para cada indivíduo, tendo uma data especial dedicada somente a isso: o Dia das Mães.

Significado do Dia das Mães

O Dia das Mães é uma data comemorativa para homenagear a mãe e a maternidade. Assim, o Dia das Mães é uma forma de celebrar a mulher que se dedica a gerar e criar uma pessoa. Nesse dia, todas as homenagens são direcionadas para o amor, carinho e dedicação aos filhos e a família que as mães possuem.

Mães desempenham um papel de extrema importância na sociedade, pois elas estão lá no primeiro momento da vida e atuam na formação de todos os indivíduos. Por isso, o Dia das Mães existe para reconhecer o quão essencial essas mulheres são para todos.

Origem do Dia das Mães

Na Grécia Antiga, era  feita uma celebração em comemoração a Rhea, a Mãe dos Deuses, no começo de cada primavera. De acordo com pesquisas, a festividade derivava da tradição grega de adorar a mãe e era realizada até na Ásia.

Já na Era Contemporânea, a comemoração do Dia das Mães foi inspirada pela ativista Ann Maria Reeves Jarvis, nos Estados Unidos. Ela lutava por melhores condições sanitárias como forma de prevenção de doenças.  Em 1865, ao fim da Guerra de Secessão, ela também organizou o Mother’s Friendship Days, ou dias de amizade para as mães, que visavam o convívio pacífico de famílias de soldados que lutaram em lados opostos.

Assim, Ann Jarvis lutou até o final da sua vida em prol de melhores condições de vida para as famílias e pela paz. Em 1905, quando ela faleceu, sua filha, Anna Jarvis, foi bastante afetada. Assim, em maio de 1907, ela decidiu realizar um memorial em homenagem à sua mãe.

A partir disso, Anna iniciou a luta para que o Dia das Mães se tornasse um feriado reconhecido nos Estados Unidos. Em 1914, ela conseguiu que o segundo domingo de maio fosse proclamado oficialmente como Dia das Mães no país. No entanto, após o crescimento do comércio na data, ela passou a lutar pela abolição do feriado.

Dia das Mães no Brasil

O Dia das Mães foi criado no Brasil por um decreto assinado no dia 5 de maio de 1932 pelo presidente Getúlio Vargas, em um período que se buscava a valorização da mulher na sociedade. A lei define o segundo domingo de maio como um dia de comemoração aos sentimentos e virtudes que o amor materno desenvolve no coração humano.

Assim, a lei reconhece a importância da mãe para a formação da bondade e da solidariedade dos indivíduos. No entanto, a consolidação da comemoração só foi consolidada muitos anos depois, durante o regime militar, entre 1964 e 1985. Nesse período, muitas tradições foram copiadas dos Estados Unidos e a ditadura gerou uma valorização da família, fazendo com que o Dia das Mães se tornasse muito popular.

Também existe uma ligação entre o Dia das Mães e a Igreja Católica. Em maio, o calendário litúrgico da igreja comemora o mês de Maria, mãe de Jesus. Por isso, surgiu uma ligação ao papel de mãe. Existem registros de uma celebração de Dia das Mães em 1918, antes mesmo do decreto, no Rio Grande do Sul, tradição incorporada em 1947 pela Igreja Católica no Brasil.

Com o tempo, a data também um forte apelo comercial, já que a cultura ocidental relaciona comemorações a presentes. Dessa forma, o Dia das Mães se tornou a segunda data mais importante do comércio brasileiro, perdendo para o Natal.

Quando é o Dia das Mães pelo mundo

A data do Dia das Mães varia de acordo com o país. No Brasil, o Dia das Mães não tem uma data fixa, sendo comemorado sempre no segundo domingo de maio. Alguns países que também comemoram são a África do Sul, Austrália, Bélgica, China, Colômbia, Alemanha, Itália, Canadá, Japão e Estados Unidos.

Em Portugal, Lituânia, Espanha, Moçambique, Angola e Hungria, o Dia das Mães também é em maio, só que no primeiro domingo do mês. Já no último domingo de maio, é comemorado o Dia das Mães na França e na Suécia. Vários outros países celebram a data em maio, mas em um dia fixo, como o México e Singapura (dia 10), o Paraguai (dia 15), a Polônia (dia 26) e a Bolívia (dia 27).

Além dessas datas, o Dia das Mães também é comemorado em março, como na Geórgia e no Egito; em abril, como na Grécia; em junho, como em Luxemburgo; em agosto, como na Tailândia; em outubro, como na Argentina, e em dezembro, como no Panamá. Por fim, o Dia das Mães é celebrado junto com o início da primavera na Palestina e no Líbano.

Portanto, não existe uma data universal para o Dia das Mães, sendo responsabilidade de cada país escolher uma data para essa comemoração. Mesmo não sendo uma comemoração ligada a um evento ou acontecimento, como a Páscoa, muitos países percebem a necessidade de homenagear as mães e criam uma data para tal.

Veja também:

você pode gostar também