Matemática

A Matemática surgiu na Pré-história para auxiliar a contar e fazer operações. Ao longo dos séculos, a Matemática foi aprimorada como é vista hoje.

0
A Matemática é a ciência do raciocínio lógico e abstrato, que estuda espaços, estatísticas, estruturas, medidas, quantidades e variações. O trabalho matemático usa a lógica para buscar padrões em estruturas abstratas. A palavra “matemática” tem origem grega e significa “inclinado a aprender”.

Mesmo que o conceito pareça complicado, a Matemática está muito presente no cotidiano, em diversas situações.

Constantemente, as operações básicas são utilizadas, por exemplo, trocas financeiras envolvem problemas matemáticos. Até mesmo os cálculos mais complexos são aplicados, principalmente em indústrias e na construção civil.

Por ser facilmente aplicável, várias outras áreas de conhecimento estão relacionadas à Matemática, como Química, Física, Administração e Economia.

As Engenharias também utilizam a Matemática para criar novas máquinas, materiais e construções. Até as disciplinas de Ciências Humanas utilizam princípios matemáticos em suas pesquisas.

Origem da Matemática

Na Pré-história, o homem aprendeu a contar coisas abstratas, como dias e anos, assim como aprendeu a fazer naturalmente as operações básicas (adição, subtração, multiplicação e divisão).

Desse período, foi encontrado o osso de Ishango, primeiro objeto conhecido que confirma a habilidade de cálculo, com riscos que indicam contagem.

Além do osso, existem muitos outros registros de sistemas de numeração, como o Papiro de Rhind, que tem numerais escritos no Antigo Egito.

Foi esse desenvolvimento de habilidades matemáticas que possibilitou o início da vida em sociedade, permitindo o comércio e a medição de terras.

A partir de 3.000 a.C., a aritmética e a geometria começaram a ser usadas na Babilônia e no Egito para construções, astronomia e cálculos financeiros.

Esses estudos começaram com cálculos simples e foram ampliados para equações de 2º grau, frações, raízes quadradas e cúbicas, trigonometria, entre outros assuntos.

Esses temas também se desenvolveram em outras sociedades, como na chinesa e na mesopotâmica.

Já na civilização grega, cerca de 600 a.C., a Matemática foi influenciada pela Filosofia e tornou-se mais abstrata. Além disso, os gregos também formalizaram várias definições e generalizações criadas em outros lugares.

Com a dominação muçulmana na Grécia, os árabes continuaram o trabalho dos gregos, aprimorando diversos conhecimentos de trigonometria e aritmética. Também foram desenvolvidas as análises combinatória e numérica, além da álgebra dos polinômios.

No Renascimento, os textos árabes foram traduzidos para o latim e a pesquisa matemática voltou para a Europa.

Diversos matemáticos começaram a desenvolver outras áreas de estudo, como o cálculo algébrico, a tabela de logaritmos e os números complexos.

No entanto, a construção desse conhecimento ao longo dos séculos foi feita de maneira desorganizada, até que, no século XIX, vários matemáticos se dedicaram a criar definições e demonstrações mais rigorosas.

Esse desenvolvimento da Matemática acontece até a atualidade, pois muito ainda precisa ser descoberto.

Áreas de estudo da Matemática

Os assuntos estudados pela Matemática podem ser divididos da seguinte maneira:

  • Aritmética (estuda os números e todas as operações que podem ser feitas entre eles);
  • Álgebra (ramo que lida com equações, operações matemáticas e polinômios);
  • Trigonometria (área dedicada ao estudo os triângulos retângulos);
  • Geometria (campo que lida com figuras e propriedades dos espaços);
  • Estatística (dedicada à coleta, análise e interpretação de dados).

Veja também: 

você pode gostar também
Deixe um comentário