Pré-História

A Pré-História foi o período que acompanhou o surgimento do primeiro ser humano até desenvolvimento da escrita.

0

A Pré-História é a fase da história que vai do surgimento do homem ao desenvolvimento da escrita. Este termo foi adotado no século XIX, período em que acreditava-se que a história só poderia ser considerada a partir do domínio do homem pela escrita.

Por isso, durante um certo tempo, os historiadores acreditavam que a única fonte histórica confiável era o registro escrito.

Nesse sentido, a escrita estabeleceu a divisão entre as sociedades pré-históricas (que não escreviam) e as sociedades históricas (que escreviam).

Seguindo essa linha de raciocínio, Pré-História é o período que veio antes da História, isto é, antes da escrita. Por isso, segundo os historiadores, essa fase histórica teve seu fim com o surgimento da escrita, que ocorreu por volta do ano 3.500 a.C. e 3.000 a.C.

A Pré-História envolve várias áreas do conhecimento, tais como a geologia, paleontologia, arqueologia e biologia. Todas elas desenvolvem seus estudos a partir de vestígios históricos: fósseis, pinturas rupestres, utensílios, entre outros.

Divisão da Pré-História

A divisão da pré-história é feita em dois grandes períodos:

  • Período Paleolítico ou Idade da Pedra Lascada: compreende o surgimento dos primeiros hominídeos até 10.000 a.C.
  • Período Neolítico ou Idade da Pedra Polida: 10.000 a.C a 5.000 a.C.

A Idade dos Metais é a fase posterior ao Neolítico, cerca de 5.000 a.C até a aparição da escrita que se deu por volta de 3.500 a.C.

Período Paleolítico

O período Paleolítico é o mais longo da história humana. Ele surgiu cerca de 2,5 milhões de anos e vigorou até 10.000 a.C.

Essa fase foi marcada pelo nomadismo, ou seja, os homens andavam longas distâncias em busca de comida, por isso, não se fixavam em um local. Quando os alimentos esgotavam, eles partiam rumo a outras regiões. Eram essencialmente caçadores e coletores.

A caça, a pesca e a coleta de frutas, raízes e vegetais eram sua principal fonte de subsistência. Com isso, o homem compunha a natureza, pois ele não a modificava em razão da sua subsistência. Fixavam-se em cavernas e utilizavam ferramentas feitas de madeiras, lascas de pedra, marfim e ossos.

Foi durante o Paleolítico que o homem de Neandertal passou a controlar o fogo. Há indícios que comprovam que os primeiros humanos a manusearem o fogo foram os que habitavam a África, há 500 mil anos.

Além disso, os habitantes do continente africano criaram ferramentas superiores como a flecha, anzóis e arco.

O fogo era extremamente importante para o cotidiano dos grupos humanos, pois ele servia para iluminar, defender de animais, aquecer do frio e cozinhar alimentos.

Deduz-se que nesse período os homens utilizavam uma linguagem articulada e vivenciaram um progresso cultural que se desdobrou na arte rupestre.

No final do Paleolítico, a Terra enfrentou grandes mudanças geológicas e climáticas que duraram milhares de anos e transformaram a flora e a fauna, modificando o relacionamento do homem com a natureza.

Foi, então, que se iniciou o Período Neolítico.

Período Neolítico

O período Neolítico enfrentou mudanças climáticas que modificaram a vegetação e a vida animal do planeta.

As novas características do ambiente fizeram com que o homem interferisse na natureza, não vivendo somente da caça e da coleta.

As dificuldades para caçar, fizeram que os grupos passassem a se fixar nas margens dos rios. Tal instalação propiciou o desenvolvimento da agricultura, através da plantação de cevada, aveia e trigo. Além disso, começaram a domesticar alguns animais.

Com isso, esse período se caracterizou pela sedentarização do homem, fato que contribuiu para o aumento populacional.

Apareceram as primeiras comunidades, visando facilitar a produção e garantir a proteção do grupo. As ferramentas passaram a ter um melhor acabamento por meio das pedras polidas. Objetos de cerâmica foram criados com o objetivo de guardar os alimentos que sobravam.

As roupas também sofreram modificações. Começou-se a confeccionar vestimentas a partir dos tecidos de lã e de linho, criadas por meio de técnicas de fiação e tecelagem. As comunidades se constituíam através dos laços sanguíneos, costumes e idiomas.

O fim do Neolítico ocorreu devido à criação de sociedades divididas em camadas sociais, organizadas em Estados.

Idade dos Metais

A Idade dos Metais se caracterizou pelas técnicas de fundição dos metais, responsáveis pela criação de novos instrumentos.

O cobre foi o primeiro metal utilizado seguido do estanho. A fusão deles criou o bronze, metal utilizado para a fabricação de lanças e espadas.

Saiba mais em:

você pode gostar também