O que é pandemia

Uma pandemia ocorre quando uma doença é disseminada por várias partes do planeta, como o novo coronavírus.

0

No dia 11 de março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que a doença causada pelo novo coronavírus, chamada de Covid-19, é uma pandemia.

De acordo com a própria OMS, pandemia é uma disseminação mundial de uma nova doença. Ou seja, uma pandemia acontece quando uma doença se espalha por diversas regiões do planeta, contaminando muitas pessoas.

Dessa forma, o termo indica um doença que se propagou por dois ou mais continentes, sendo transmitida de pessoa para pessoa. No entanto, a classificação como pandemia não abrange a gravidade da doença, mesmo que a OMS considere esse fator antes de classificar como tal.

No contexto da globalização, muitas pessoas viajam e têm contato com outras partes do mundo. Muitas doenças, como o Covid-19, demoram vários dias até apresentar sintomas, então uma pessoa infectada pode viajar e acabar transmitindo a doença para moradores de outra região.

Um dos problemas causados por pandemias é a superlotação do serviço de saúde. Quando isso ocorre, pacientes graves da pandemia e de outras condições não recebem a atenção necessária, já que muitas pessoas precisam ser atendidas ao mesmo tempo.

Assim, um modo de conter pandemias é isolar pessoas com a doença confirmada. Ao mesmo tempo, pessoas saudáveis também tomam medidas necessárias, como cuidados ao tossir e evitar aglomerações, para proteger a si mesmas e a pessoas que correm maior risco.

Surto, epidemia e pandemia

Enquanto a pandemia acontece quando uma doença se espalha por todo o planeta e infecta muitas pessoas, o surto e a epidemia são classificações para cenários em que a disseminação é mais branda.

O surto é a classificação mais inofensiva, usado para definir quando ocorrem vários casos de uma doença na mesma área. A dengue, por exemplo, é um surto que pode atingir bairros e pequenas cidades mesmo tempo.

Já a epidemia acontece quando diversos pacientes de regiões diferentes são diagnosticados com a mesma doença. Assim, a epidemia pode ser uma preocupação municipal, estadual ou nacional, enquanto a pandemia é uma preocupação mundial.

Outras pandemias

A última pandemia declarada pela OMS foi para a gripe H1N1, também conhecida como gripe suína, em 2009. Estima-se que a doença tenha infectado de 11% a 21% da população global, o que representa cerca de 1 bilhão da pessoas, além de ter causado entre 150 e 575 mil mortes.

No século XX, aconteceu a gripe espanhola entre 1918 e 1920, causada por pelo mesmo subtipo de vírus da gripe H1N1. Na época, a gripe espanhola vitimou aproximadamente 5% da população mundial, incluindo o presidente do Brasil, Rodrigues Alves.

Na história, outra grande pandemia foi a Peste Negra, causada por uma bactéria transmitida a humanos através de pulgas dos ratos. Acredita-se que a doença tenha causado a morte de 75 a 200 milhões de pessoas na Europa e na Ásia no século XIV, sendo um dos motivos para o fim do feudalismo.

Veja também: 

você pode gostar também