Período Arcaico da Grécia Antiga

O Período Arcaico da Grécia Antiga se caracterizou pela formação das primeiras cidades-Estado.

0

O Período Arcaico da Grécia Antiga corresponde aos séculos VIII e VI a.C. Este período foi marcada pela formação das primeiras sociedades organizadas em pólis ou cidades-Estado.

Posterior ao Período Homérico, esta fase se caracterizou por intensas transformações políticas e econômicas devido à ascensão das cidades-Estados, principalmente Atenas e Esparta.

O que foi o Período Arcaico?

Os conflitos por melhores terras, desencadearam em um processo de centralização. Visando sua proteção, os genos se reuniam em fratrias e a união das fratrias gerou as tribos.

A reunião de diversas tribos originou um agrupamento urbano mais complexo, a cidade-Estado. A partir de então, a história política da Grécia passou a ser marcada pela pólis.

Pólis foi uma espécie de nome genérico das cidades gregas que possuíam um sentido amplo, pois se referia a organização social, civil, política, religiosa e moral da cidade-Estado. Ela foi essencial para a instituição das cidades-Estado gregas, que atingiram o apogeu.

Com uma política descentralizada, as cidades-Estado possuíam suas prática sociais, políticas e culturais diferentes entre si.

Por isso que, ao estudar a sociedade grega, fala-se de cidades-Estados e não de um império ou país. Desse modo, a pólis era o centro cultural, econômico, religioso e político de uma região.

Mesmo sendo centros urbanos desenvolvidos, a base da economia era a produção agrícola. Por isso a necessidade de terras férteis e mão de obra disponível.

Contudo, aos poucos, elas foram se tornando importantes centros comerciais. Assim, o comércio passa a ser a principal atividade econômica do mundo grego.

Os séculos VIII e VII a.C., foram marcados pela ocupação dos povos gregos em regiões que se estendiam do sul da França, da Itália e norte da África.

Este impulso colonizador, acabou dando maiores poderes aos donos de terras, a aristocracia, também chamada de eupátridas e aos comerciante e produtores, enfraquecendo o poder do rei.

Assim, o poder passou a ser exercido por um órgão executivo, o arcontado, dominado pelos eupátridas e dirigidos pelos arcontes.

Saiba mais em:

você pode gostar também