Bulimia

A bulimia é um transtorno alimentar que pode gerar consequências graves no organismo.

0
A bulimia é uma doença relacionada a um transtorno alimentar pelo qual uma pessoa pode oscilar entre comer em exagero e ter episódios de vômitos ou abusos de laxantes para impedir o ganho de peso.

Esse transtorno causa um sentimento de culpa e arrependimento sobre o ato de alimentar-se e está associado ao distúrbio de imagem no qual a pessoa está sempre preocupada com sua aparência e seu peso.

A bulimia afeta mais as mulheres adolescentes e jovens do que os homens e estudos já mostraram que ter uma pessoa muito próxima que sofre de bulimia pode induzir o transtorno em outras pessoas.

Causas da bulimia

Muitos fatores estão envolvidos no desenvolvimento da bulimia. O distúrbio de imagem no qual a pessoa se vê sempre acima do peso quando se olha no espelho é um dos fatores que podem desencadear essa doença.

O sentimento de perda de controle sobre a alimentação, o estresse, o culto a magreza e o consequente desprezo por pessoas acima do peso que a indústria da beleza e a sociedade impõem, também levam milhões de pessoas a enfrentarem a bulimia todos os anos.

A deficiência na produção de hormônios neurotransmissores como a serotonina também está relacionado ao surgimento de transtornos alimentares.

A bulimia pode levar também ao desenvolvimento de quadros de depressão e ansiedade.

Sintomas da bulimia

  • Preocupação excessiva com o peso e com a imagem do corpo refletida no espelho.
  • Falta de controle sobre a dieta alimentar.
  • Comer até passar mal.
  • Ir ao banheiro imediatamente após comer grandes quantidades.
  • Forçar vômitos frequentemente.
  • Uso excessivo de laxantes e diuréticos.
  • Tosse seca e irritação na garganta.
  • Sensação de queimação.
  • Laringite e faringite frequentes.
Bulimia - Sintomas
Bulimia – Sintomas

Tratamento da bulimia

A bulimia deve ser tratada com o acompanhamento de uma equipe médica, psicólogos e nutricionistas.

Muitas vezes a pessoa que sofre com a bulimia não tem a consciência de que seus atos são uma doença e precisam ser tratados, por isso a necessidade do apoio familiar é enorme.

O tratamento pode ocorrer com a associação de medicamentos, com a terapia, grupos de apoio e dieta balanceada.

Complicações da bulimia

Se o transtorno alimentar que causa a bulimia não for tratado, ele pode ter complicações graves com o decorrer do tempo.

Como os vômitos se tornam cada vez mais frequentes, o esôfago fica fragilizado pelo contato direto com os ácidos produzidos pelo estômago e isso pode provocar lesões muito graves.

Além disso, a bulimia também pode causar constipação, desidratação, hemorroidas, cáries dentárias, desnutrição, pancreatite e infecções de garganta.

Prevenção da bulimia

Não existe um método de prevenção totalmente eficaz para nenhum transtorno alimentar. No entanto, é possível minimizar os riscos com algumas atitudes.

  • Procure não comentar sobre o corpo de ninguém.
  • Cultive nas crianças hábitos saudáveis, focando sempre em saúde e nunca em emagrecer.
  • Evite seguir dietas muito restritivas.
  • Faça exercícios físicos regulares.
  • Mantenha consultas periódicas ao médico pra check-up e na terapia se for o caso.
  • Se você conhece alguém com bulimia, ofereça ajuda sem criticar.

Veja também:

você pode gostar também