Capitalismo

O capitalismo é um sistema econômico que prioriza ao máximo a busca pelo lucro e pela obtenção de riquezas, o que traz vantagens e desvantagens

0
O capitalismo é um sistema econômico amplamente aceito pela maior parte dos países. Esse sistema se baseia na propriedade privada dos meios de produção e no uso deles para obtenção de lucro. O principal objetivo dentro do sistema capitalista é o acúmulo de riqueza, também chamada de capital.

Historicamente, o capitalismo surgiu entre os séculos XIII e XV, durante o período conhecido como Baixa Idade Média, com a criação de pequenos centros comerciais. Os burgos, como esses centros eram chamados, se opunham ao Feudalismo, sistema econômico da época, baseado na produção apenas para sustento próprio.

A partir do crescimento desses comércios, os donos dos burgos, conhecidos como burgueses, enriqueceram e ganharam poder. Assim, favoreceram a urbanização da Europa e a ampliação da cultura de acumular capital.

No entanto, ao longo dos séculos, o capitalismo passou a influenciar outros âmbitos além do econômico, como o político, o cultural e o ético.

Como funciona o Capitalismo

No capitalismo, existem duas classes sociais principais: os capitalistas (ou burgueses), que são os donos dos meios de produção, e os proletários, que são os trabalhadores. Os meios de produção, no caso, são as ferramentas utilizadas para fabricação de bens, como máquinas e terras, por exemplo.

Sendo assim, os capitalistas contratam proletários para trabalhar em troca de um salário. Dessa forma, os proletários utilizam sua força de trabalho para que o capitalista consiga obter o lucro.

Todo esse processo de produção e comercialização de bens e serviços tem pouca ou nenhuma interferência do Estado. Além disso, o mercado é regulado pela lei da oferta e demanda, que não é uma legislação de fato, mas que foi estabelecida pelo capitalismo para potencializar o lucro.

Características do Capitalismo

As principais características do sistema capitalista são:

  • Propriedade privada: é necessário que o Estado garanta a propriedade privada dos meios de produção para que o capitalista possa usar esses recursos da maneira que desejar;
  • Busca pelo máximo lucro: o objetivo maior do capitalismo é a obtenção de lucros, o que faz com que os donos dos meios de produção diminuam os custos e elevem os preços de venda ao máximo;
  • Economia de mercado: acontece ao existir pouca interferência do Estado na economia, permitindo que o próprio mercado regule a concorrência;
  • Lei da oferta e demanda: regula a procura e a oferta de produtos, de forma que, quando um produto é muito buscado, os preços são elevados e, quando um produto deixa de ser procurado, ele também deixa de ser produzido para não gerar custos pela baixa demanda;
  • Trabalho assalariado: a forma adotada pelo capitalismo de substituir o sistema escravocrata do Feudalismo, em que os proletários recebem um salário em troca do seu trabalho e, assim, podem comprar produtos e serviços e garantir a manutenção do sistema.

Fases do Capitalismo

O Capitalismo está dividido nas fases comercial, industrial e financeiro, cada uma correspondente a um período da história desse sistema econômico.

  • Capitalismo Comercial

Também conhecida como “Mercantil” ou “Pré-Capitalismo”, essa fase compreende a transição do feudalismo para o capitalismo, entre os séculos XV e XVIII. Marca o momento em que o conceito de riqueza deixou de ser o acúmulo de matéria-prima para ser a conquista de mais capital através do comércio.

  • Capitalismo Industrial

Essa fase surgiu como consequência da Revolução Francesa e da Revolução Industrial, no século XVIII. A Revolução Francesa permitiu a estabilização da burguesia no poder, enquanto a Revolução Industrial alterou o modo de produção e promoveu o crescimento das cidades.

  • Capitalismo Financeiro

Chamada também de “monopolista”, essa fase iniciou no século XX e continua pela atualidade. No Capitalismo Financeiro, o comércio continua tendo lucro, mas o poder está com bancos e instituições financeiras, que controlam o sistema com práticas especulativas, como o mercado de ações.

Vantagens do Capitalismo

Algumas vantagens do sistema capitalista são:

  • O valor reduzido dos produtos devido a competição entre empresas;
  • A eficiência das empresas, resultado também da busca por qual vai ser a melhor empresa;
  • O incentivo a inovações e tecnologias;
  • Variedade e liberdade de escolhas para o consumidor.

Desvantagens do Capitalismo

Já algumas desvantagens causadas pelo capitalismo são:

  • O aumento das desigualdades sociais;
  • A concentração do poder econômico em torno de uma empresa, que pode se tornar um monopólio e extinguir a concorrência;
  • Crises econômicas frequentes, já que a dinâmica capitalista é cíclica entre momentos de crescimento e recessão;
  • Os efeitos colaterais negativos que afetam todo mundo, não só quem causou o dano, como a poluição.

Veja também: