Deméter – Deusa da agricultura na mitologia grega

Deméter é a deusa da agricultura que ajuda nas colheitas, mas que também é capaz de controlar as estações com as suas emoções. Conheça a deusa Deméter.

0

A mitologia grega é composta por uma grande quantidade de deuses. Os deuses que mais se destacam no mitos gregos são conhecidos como os “doze deuses do Olimpo”.

Esses deuses, geralmente, tem funções ligadas aos principais aspectos da vida na Grécia Antiga, como os céus, os mares e o Sol. Entre os povos gregos, a mais importante atividade econômica era a agricultura, associada a deusa Deméter.

Quem é Deméter

Deméter é a uma deusa da primeira geração, filha dos titãs Cronos e Reia. Sendo assim, ela é irmã dos deuses Zeus, Poseidon, Hades, Hera e Héstia.

Nos mitos, Deméter teve diversos filhos, tanto com deuses, quanto como humanos. Com Zeus, ela teve Perséfone, deusa das ervas. Já com Poseidon, ele teve um casal de gêmeos, Despina, deusa do inverno, e Árion, um cavalo imortal. Por fim, Deméter teve dois filhos, Pluto e Filomelo, com o mortal Iasion.

Deusa da agricultura

Na mitologia grega, Deméter é considerada a deusa da agricultura e da colheita. Além disso, ela também é a deusa da natureza, da terra cultivada e das estações do ano.

Por essas atribuições, Deméter era vista como a fornecedora do trigo, planta que era símbolo da civilização grega. Como deusa da agriculta, ela também fez longas viagens, ao lado de Dionísio, para ensinar os gregos a cuidar das suas plantações.

História de Deméter

Nas viagens de Deméter para ensinar os homens a plantar e colher, ela levava sua filha Perséfone, que colhia ramos de trigos separadamente, longe dos homens. Um dia, Hades, deus do mundo dos mortos, viu Perséfone nos campos e se apaixonou por ela, sequestrando-a.

Quando Hades levou a jovem deusa para o submundo, Deméter entrou em desespero, abandonando até uma bebê sem nome, que viria a se tornar a deusa Despina. Ela saiu em procura da filha e ficou sem comer e descansar.

A deusa decidiu não voltar para o Olimpo enquanto a filha não fosse devolvida e amaldiçoou o solo por ter permitido que Hades levasse Perséfone embora. Por causa disso, a terra se tornou infértil, o gado morreu e as pessoas passaram a sofrer de fome.

Com essa situação caótica, Zeus pediu a Hades para que devolvesse a menina e ele concordou. No entanto, fez com que ela comesse um bago de romã, fazendo com que Perséfone fosse obrigada a retornar para o submundo, já que se alimentou lá.

Assim, foi feito um acordo para que Perséfone passasse uma parte do ano com Deméter e outra com Hades. Na primavera, quando as plantas voltam a nascer, Perséfone retorna para a sua mãe. No outono, quando as plantas perdem sua folhas, Perséfone volta para o submundo.

Curiosidades

  • Na mitologia romana, o equivalente a Deméter era Ceres, que era celebrada no festival Cereália, que acontecia durante a primavera;
  • Deméter também foi homenageada no Egito, onde passou a ser chamada de Ísis;
  • Os símbolos de Deméter são o trigo, a foice, as sementes e a maçã;
  • Os gregos consideravam Deméter a deusa mais generosa;
  • Deméter se transformou em égua para fugir do desejo de Poseidon, mas ele se transformou em um cavalo e, dessa relação, nasceu Árion, um cavalo mágico que sabia falar.

Veja mais:

você pode gostar também