Gimnospermas

Vamos conhecer o primeiro grupo de plantas a ter sementes?

0

As gimnospermas pertencem ao Reino Plantae, elas são plantas que possuem xilema, floema e órgãos bem definidos. Nesse grupo estão incluídos os pinheiros e araucárias.

Características das gimnospermas

  • Esse foi o primeiro grupo de plantas a ter semente e, por terem semente, elas são chamadas de espermatófitas.
  • O termo ‘gimnosperma’ significa “semente nua”, ou seja, essas plantas não apresentam flores e frutos.
  • Primeiras plantas que conquistaram definitivamente o ambiente terrestre, não sendo mais necessária água para a fecundação.
  • A água só é necessária para a fotossíntese e hidratação dos tecidos.
  • Encontradas com mais frequência em climas frios ou temperados e amenos.
  • Possuem estróbilo: folhas modificadas em ramos reprodutivos, eles podem ser femininos e produzir óvulos ou masculinos e produzir grãos de pólen.
Gimnospermas - estróbilos
Gimnospermas – estróbilos

Classificação de gimnospermas

As gimnospermas são classificadas em quatro filos: Coniferophyta, Cycadophyta, Ginkgophyta. Gnetophyta.

O grupo das Coniferophyta tem plantas chamadas de coníferas e é composto por pinheiros, ele é o maior dos quatro. Essas plantas tem folhas com formato de agulha, longas e finas.

O grupo das Cycadophyta é composto por plantas cicadófitas, elas têm folhas semelhantes as folhas das palmeiras e vivem em climas tropicais.

O grupo das Ginkgophyta tem somente uma espécie, a Ginkgo biloba.

Já as Gnetophyta são as plantas que mais se assemelham as angiospermas.

Reprodução das gimnospermas

As gimnospermas são plantas dioicas, isto é, possuem tanto plantas femininas quanto masculinas.

Os grãos de pólen são polinizados pelo vento, eles possuem paredes com projeções aladas que se assemelham a pequenas asas que facilitam esse tipo de dispersão.

Gimnospermas - ciclo de vida
Gimnospermas – ciclo de vida

Esses grãos de pólen entram em contato com a oosfera através do tubo polínico que descarrega dois gametas masculinos no arquegônio. Um dos núcleos masculinos se funde a oosfera e o outro se degenera.

Essas plantas podem ter poliembrionia, ou seja, a produção de muitos gametas e, consequentemente, a fecundação de mais de uma oosfera.

Depois da fecundação, cada óvulo da origem a uma semente, que cai no solo e quando encontra condições favoráveis germina dando origem a um esporófito.

Gimnospermas - sementes
Gimnospermas – sementes

Veja também:

você pode gostar também
Deixe um comentário