Governo Nereu Ramos

Nereu Ramos foi o 20° presidente do Brasil. Ele ocupou o cargo por menos de três meses.

0

Nereu Ramos foi o 20° presidente do Brasil, ocupando a cadeira presidencial por quase três meses, de 11 de novembro de 1955 a 31 de janeiro de 1956.

Biografia Nereu Ramos

Nereu Oliveira Ramos graduou-se em Direito pela Faculdade de Direito de São Paulo, em 1909. Foi deputado estadual por Santa Catarina entre os anos de 1910 a 1912 e 1919 a 1921.

Em 1927 fundou o Partido Liberal Catarinense e tornou-se o primeiro presidente do partido. Em 1930 foi eleito deputado federal. No entanto, o fechamento do Congresso fez com que seu mandato fosse extinto.

Em 1933 foi eleito deputado constituinte, além de ser um dos 26 deputados responsáveis por examinar o anteprojeto do texto constitucional.

Em 1934 foi o deputado federal mais votado do estado de Santa Catarina. Em 1935 foi eleito governador do mesmo estado e em 1937 foi nomeado interventor. Com isso, Nereu Ramos governou Santa Catarina até 1945.

Após mais algumas participações no âmbito político do país, em 1955 ele se tornou o vice-presidente do Senado.

Características do Governo Nereu Ramos

Getúlio Vargas comete suicídio no dia 24 de agosto de 1954. Café Filho, seu vice, o substitui na cadeira presidencial até o momento em que é acometido por problemas de saúde.

Com isso, o cargo foi transferido para o então presidente da Câmara dos Deputados, Carlos Luz, que comandou o país por apenas 3 dias, até sofrer um golpe de Estado.

Os militares temiam que a presidência e vice-presidência não fossem ocupadas pelos candidatos eleitos, Juscelino Kubitschek (presidente) e João Goulart (vice-presidente).

Após o golpe, Nereu Ramos era o próximo da linha sucessória para o cargo de presidente. Assim, ele tomou posse no dia 11 de novembro de 1955 e governou o país até dia 31 de janeiro de 1956.

Fim do Governo Nereu Ramos

O fim do governo Nereu Ramos ocorreu com a posse de JK para presidente da República. Durante o governo JK, Nereu Ramos foi o Ministro da Justiça. Em 1957 volta ao Senado e em 1958 falece em um desastre aéreo.

Saiba mais em:

você pode gostar também