O que é efeito estufa

Devido a ação humana, vários fenômenos naturais foram alterados e se tornaram prejudiciais, como o efeito estufa.

0

Pense no planeta como uma máquina: cada animal, planta e fenômeno tem sua função. As abelhas, por exemplo, são essenciais para garantir a variedade de alimentos. Já as chuvas de extrema importância dentro do ciclo da água.

Tudo funciona bem, mas se um fator começa a faltar ou a estar em excesso, a máquina passa a apresentar sinais de que está falhando. Por causa da ação humana no planeta, um desses fatores que está começando a falhar no funcionamento da Terra é o efeito estufa.

O que é efeito estufa

O efeito estufa é o fenômeno natural responsável por manter as temperaturas médias da Terra, de forma que não fique muito quente ou muito frio. No entanto, por causa da ação do homem, esse fenômeno está sendo afetado e provocando alterações no clima do planeta.

Nos últimos séculos, a emissão de gases de efeito estufa, como o dióxido de carbono e o metano, teve um aumento considerável, principalmente devido à queima de combustíveis fósseis nas atividades industriais. O crescimento da agropecuária, o desmatamento e o uso de transportes também são fatores que contribuem para essa emissão.

Com o aumento da concentração de gases de efeito estufa, esse fenômeno passou a causar diversas mudanças climáticas no planeta, como o aquecimento global.

Como funciona o efeito estufa

O Sol é a fonte de calor da Terra. No entanto, nem todo o calor é absorvido pela superfície terrestre e pelos oceanos, parte dele é devolvida ao espaço. Assim, a temperatura no planeta é equilibrada, evitando extremos de frio ou de calor.

Esquema Efeito Estufa
Representação do efeito estufa.

Por causa dos gases de efeito estufa, esse calor que deveria voltar para o espaço não retorna em sua totalidade e permanece na Terra.

Consequências do efeito estufa

Por alterar o clima, o efeito estufa pode trazer diversas consequências para o planeta, como:

  • Extinção de espécies;
  • Danos a diversos ecossistemas;
  • Derretimento das calotas polares e aumento do nível do mar;
  • Perda de terras;
  • Escassez de água em algumas regiões;
  • Inundações nas latitudes do norte e no Pacífico Equatorial;
  • Aumento da temperatura em 2 °C até 2100 em comparação ao período pré-Revolução Industrial;
  • Prejuízo nas colheitas e na pesca, o que afeta a alimentação;
  • Problemas de saúde causados pelo aumento do calor;
  • Risco de conflitos por causa da falta de recursos naturais.

Veja mais:

você pode gostar também