Pteridófitas

Vamos conhecer o primeiro grupo de plantas com vasos condutores? Continue lendo!

0

O Reino Plantae é  dividido em 4 grupos de plantas: briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas. Nesse artigo nós vamos conhecer as pteridófitas!

 O que são pteridófitas?

As pteridófitas  são as primeiras plantas vasculares, ou seja, que possuem vasos condutores. Essa característica permitiu que as pteridófitas tivessem plantas de grande porte.

Características das pteridófitas

  • Possuem vasos condutores
  • Possui raiz, caule e folhas
  • Podem ser de pequeno ou grande porte
  • Totalmente dependentes da água para fecundação
  • Esporófito é a fase duradoura
  • Representada pelas samambaias, avencas, xaxins e cavalinhos

Classificação das pteridófitas

Atualmente as pteridófitas possuem dois filos:

  • Lycopodiophyta: grupo das Lycopodium, Selaginella e Isoetes.
  • Monilophyta: grupo das samambaias e do Equisetum.

Reprodução das pteridófitas

As pteridófitas possuem uma alternância de gerações, ou seja, possuem uma fase sexuada e uma fase assexuada.

A geração duradoura nas pteridófitas é o esporófito, a fase assexuada e produtora de esporos da planta. As estruturas escuras na parte de baixo das folhas da samambaia  são chamadas soros, elas são produtoras de esporos.

Pteridófitas - Samambaia - Soros
Pteridófitas – Samambaia – Soros

Quando os esporos amadurecem, os soros se abrem para liberá-los, quando encontram solo úmido e com disponibilidade de nutrientes, cada esporo germina e forma o gametófito que é chamado de protalo.

Após a fecundação ocorre obrigatoriamente na presença de água. O embrião dará origem ao esporófito, ou seja, formará uma nova samambaia.

Ciclo de vida das Pteridófitas 

Pteridófitas - Ciclo de vida
Pteridófitas – Ciclo de vida
você pode gostar também
Deixe um comentário