Caules

Continue lendo para conhecer esse órgão das plantas!

0

O caule é o órgão das plantas que realiza a maior parte da condução de substâncias e sustenta folhas, flores e frutos.

As folhas e os caules fazem parte do sistema caulinar, as folhas brotam de gemas do caule que também estão relacionadas ao sistema vascular.

As plantas crescem durante todo ciclo de vida porque elas possuem tecidos chamados meristemas que formam novas células continuamente.

O crescimento no sentido longitudinal é chamado de primário e faz com que a planta cresça em altura. O aumento em largura é chamado de crescimento secundário.

Caule
Caule

Função dos caules

Os caules possuem funções bem estabelecidas como o suporte da planta, a condução de substâncias ao longo do corpo e a reserva de substâncias.

Condução

A condução de água e sais minerais é realizada das raízes até as folhas no caule através do xilema.

As substâncias orgânicas como a glicose produzida pela fotossíntese, é transportada das folhas para o resto da planta pelo floema.

Esses dois tecidos compõem boa parte dos caules, senão todo ele, como acontece nos troncos.

Suporte

O caule funciona como um suporte para folhas, flores e frutos. Além de sustentar esses órgãos, ele ainda é capaz de elevar as folhas para absorverem mais luz solar que será utilizada na fotossíntese.

Armazenagem

Alguns caules são adaptados para armazenar substâncias como o amido que pode ser uma reserva energética para a planta.

Tipos de caules

Os caules podem ser de vários tipos diferentes vamos conhece-los abaixo.

  • Tronco: é o típico caule ereto, geralmente de grande porte, presente em árvores.
  • Rizomas: caules subterrâneos que possuem crescimento horizontal, geralmente são longos e delicados.
  • Estolões: caules que também crescem horizontalmente, são longos e delicados, no entanto, crescem na superfície do solo.
  • Tubérculos: caules que armazenam substâncias, não possuem formato alongado, mas na superfície existem depressões que contém as gemas de onde brotam as folhas. A batata inglesa é um tipo de caule tubérculo.
  • Bulbos: caules com formato de cone, possuem gema e muitas folhas modificadas que podem fazer reservas, como a cebola.
  • Gavinhas: as gavinhas podem ser modificações caulinares ou foliares, por isso, é importante observar de onde ela se origina. Elas auxiliam a sustentação, fazendo um suporte, como as videiras.
Tipos de caule
Tipos de caule

Estrutura dos caules

A estrutura caulinar possui crescimento apical, a partir de um meristema primário, que cresce a partir do ápice, por isso, se o caule sofrer alguma avaria, ela permanecerá sempre na mesma altura a partir do solo.

O meristema é um tecido que produz células que podem se diferenciarem tecidos diferentes da planta. Antes de germinar, os embriões são formados por um meristema apical, caule e folhas rudimentares.

Ao longo do crescimento, os caules se diferenciam em nós e entrenós, sendo os nós os locais onde se encontram os meristemas laterais, também chamados de gemas laterais.

As gemas laterais são as responsáveis pela formação das ramificações laterais e das folhas da planta.

Estrutura da planta - Caule
Estrutura da planta – Caule

Curiosidades: caules comestíveis

Muitos caules são comestíveis e fazem parte da nossa alimentação diariamente. Esse é o caso da batata inglesa, do palmito, aspargos, rabanetes, salsão, cana-de-açúcar, entre outros.

Veja também:

você pode gostar também