Nazismo

O nazismo foi um movimento ideológico que surgiu na Alemanha após a Primeira Guerra Mundial.

0

O nazismo foi um movimento ideológico que surgiu na Alemanha na década de 1920, após a Primeira Guerra Mundial (1914-1918).

Marcado pela valorização do nacionalismo, do totalitarismo e do autoritarismo, o nazismo influenciou profundamente o campo político alemão.

As ideias difundidas foram responsáveis pelo assassinato de milhares de pessoas. O principal líder do nazismo foi Adolf Hitler, que ascendeu ao poder alemão em 1933.

Origem do nazismo

Desde o século XIX habitavam na Alemanha pessoas que defendiam pensamentos extremistas, como a aversão aos judeus, o nacionalismo extremado, o enaltecimento da guerra, e o racismo.

Parte dos alemães acreditavam serem mais nobres que os demais povos, principalmente os judeus. Se consideravam biologicamente “superiores” por serem originários da raça ariana.

Dessa crença surgiu o arianismo que defendia a ideia de que os alemães eram naturalmente superiores aos demais povos.

Além disso, durante o século XX, o nazismo encontrou na Alemanha, um país devastado pela derrota na Primeira Guerra Mundial, um local favorável para a propagação de pensamentos preconceituosos e intolerantes.

O Estado alemão foi considerado o principal causador da Primeira Guerra, por isso, ele sofreu as penalidades mais severas com o fim do conflito.

O Tratado de Versalhes estabeleceu duras penalidades aos alemães, como o pagamento de uma indenização elevadíssima, perca de diversos territórios e a proibição de ter um exército robusto. A população alemã sentiu-se humilhada e indignada com tais sanções.

Após a Primeira Guerra Mundial, a Alemanha viveu um período de intensa crise econômica, fato que favoreceu o surgimento e a consolidação dos partidos de extrema-direita.

Com uma economia em ruínas e uma constante desvalorização da moeda, os alemães vivenciaram uma fase marcada pela elevação das taxas de desemprego.

Aliada à instabilidade econômica, a revolta da população aumentava, espalhando violência pelo país. Além disso, havia um sentimento saudosista caracterizado pela ausência de um exército forte.

Foi nesse contexto que o Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães surgiu tendo como principal líder do partido, Hitler. Sendo assim, a partir dos anos 1920, o nazismo passou a conquistar terreno na política alemã.

O Partido comandado por Hitler possuía uma organização militar disciplinada e um programa que atacava marxistas, estrangeiros e principalmente, os judeus.

Em 1923, houve uma tentativa fracassada de golpe de Estado. Várias pessoas foram presas, inclusive Hitler. Foi nesse momento que ele escreveu o livro Mein Kampf  (Minha Luta). Sua obra é marcada pelo antissemitismo, racismo, nacionalismo extremado e valorização da guerra.

Quando saiu da prisão, ele reorganizou seu partido.

Holocausto

O Holocausto foi o extermínio em massa de milhares de pessoas (judeus, homossexuais, ciganos, negros, etc.) consideradas inferiores à raça ariana.

Ocorrido durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), ele tinha nos campos de concentração e extermínio os locais responsáveis por matar e aprisionar essas pessoas. O Holocausto foi o resultado final de um processo de aversão a outros povos que vinha sendo construído desde o século XIX.

O fim do extermínio contra os grupos minoritários ocorreu somente em 1945, com o fim da Segunda Guerra.

Características do nazismo

Vejamos as principais características do nazismo:

  • Antidemocracia;
  • Antissemitismo;
  • Racismo;
  • Uso dos meios de comunicação;
  • Totalitarismo;
  • Culto ao líder;
  • Centralização do poder;
  • Nacionalismo extremado.

Fascismo e nazismo

Tanto o fascismo quanto o nazismo são regimes políticos totalitários que influenciaram ditaduras ao redor do mundo.

O fascismo surgiu por volta dos anos 1910, na Itália, com Benito Mussolini. Já o nazismo surgiu por volta dos anos 1920, na Alemanha, com Adolf Hitler.

O nazismo – responsável pela eclosão da Segunda Guerra Mundial – foi intensamente influenciado pelo fascismo.

Saiba mais em:

você pode gostar também
Deixe um comentário